Conversa de Sofá

Por Flávio Ricardo em 21/11/2013

Parabéns Rockstar – GTA 5 é realmente muito bom

Testamos e aprovamos GTA 5. Confira a análise do mais recém lançamento da Rockstar. GTA 5 veio desbancando todos os outros jogos da série em diversos aspectos, e nós avaliamos alguns deles agora, além de uma reflexão sobre como GTA 5 mudou a opnião de um gamer com ideas velhas na cabeça.

Ficha técnica

  • Plataforma: PS3 / Xbox 360
  • Lançamento mundial: 17 de Setembro de 2013
  • Preço sugerido: R$ 199.90
  • Desenvolvedor: Rockstar North
  • Distribuidor: Rockstar Games / Take-Two Interactive

A Rockstar conseguiu: me fez gostar de GTA. Eu, da época dos primeiros GTA, jogava apenas por diversão, sem me importar com a história do jogo, apenas me divertindo roubando carros e matando pessoas na rua (nada sórdido), nunca me importei muito com a franquia, deixando GTA 3, Vice City e San Andreas com prioridade zero na minha lista de aquisições.

É claro, joguei Vice City e San Andreas em seu auge, mas nada que me fizesse querer completar a “campanha”, nada que durasse mais do que uma hora de gameplay até trocar de jogo. Sempre achei GTA um jogo que pecava na sua principal qualidade: o mundo aberto. Além é claro de sentir falta de poder interagir com mais itens do cenário, sentia que o fato de estar num mundo aberto já tirava 50% do meu foco em completar as missões do jogo, que me dava liberdade até demais.

Ande de bicicleta em GTA 5

Ande de bicicleta em GTA 5

Quando veio GTA 4, a coisa mudou um pouco. Achei o jogo muito mais bonito, me sentia numa cidade de verdade, com um objetivo em mente, personagens mais carismáticos, parecia realmente estar em um jogo onde seguir a história me deixava muito mais próximo de uma “realidade” e não da zoação habitual. Joguei grande parte das missões, mas no fim acabei abandonando o jogo de novo, não pelos motivos anteriores, mas por outro jogo que considerei mais interessante na época.

Finalmente em 2013, uma promessa chegou às lojas custando R$ 199.90, preço da maioria dos lançamentos no Brasil, mas que considerando a experiência que eu havia tido com os jogos anteriores, não estava disposto a pagar nem R$ 50. Eu sei, agora soa como uma das maiores loucuras dizer isso, mas essa era realmente a impressão que tive do jogo quando o anunciaram. Depois de algum tempo de resistência, ler reviews sobre o “excelente GTA 5”, assistir alguns gameplays, comprei.

Nesse momento do post, poderia simplesmente terminar dizendo: eu estava enganado e GTA 5 é realmente FODA! Se você ainda não comprou, o faça, se já tem, vamos jogar online infinitamente. Claro que isso soaria suficiente para a maioria (pelo menos a maioria que já tem o jogo), mas não seria justo e eu quero compartilhar com vocês alguns dos pontos fortes do jogo, lembrando que não vou analisar falar de todos os pontos forte, só alguns que considerado mais importantes.

Gráficos

Graficos de GTA 5

Excelentes! Realmente a Rockstar tirou o sumo da capacidade dos consoles da “atual” geração no jogo, percebemos um enorme acabamento nas texturas, as sombras e a iluminação são presentes a todo momento, além é claro do enorme número de elementos no até então maior mapa aberto da franquia, tudo muito bem trabalhado e caracterizado. Um salto notável.

Um mundo foda com vida própria

Esse com certeza é o ponto que mais me impressionou no jogo. Por um momento pensei: “pena que toda essa interatividade irá acabar com a campanha”. Felizmente, o próprio jogo me mostrou o contrário. A todo momento, durante uma missão ou naquela folguinha entre uma missão e outra, prestem atenção no comportamento das pessoas da cidade. Elas fazem de tudo, literalmente, vou citar alguns exemplos:

  • Andam a pé nas ruas da cidade
  • Praticam esportes como golfe, ciclismo, patins ou nadam nas praias de Los Santos
  • Alguns ficam sentados nos bancos da cidade conversando ou até mesmo tomando sorvete (até então não sei se o mesmo é possível para nós)
  • Circulam pelas ruas da cidade de carro e/ou moto
  • Se você parar ao lado de um carro e ficar acelerando, você o desafia, e ambos apostam uma corrida
  • A todo momento vemos a polícia e algumas gangues locais se enfrentando
  • Ladrões assaltam os civis e cabe a você ajudá-los ou não e talvez receber uma recompensa por isso
  • Em um determinado momento, dois caras estava abusando sexualmente de uma menina na rua e esta pediu socorro, ao salvá-la, você tem ainda a opção de levá-la para casa
  • Existem inúmeras lojas onde é possível conseguir algum tipo de interação
  • À noite, caso você entre na contramão de carro, os outros carros piscam seus faróis para alertá-lo

Esses são apenas alguns dos exemplos, e caso você esteja sentindo falta de algo que já existia nas versões anteriores, com certeza ela está lá, com as citadas e muitas outras adicionadas.

História

Michael - Franklin - Trevor

Três protagonistas ao invés de apenas um. Isso já me deu um ânimo a mais de início, pois é óbvio que nem todo personagem tem o carisma de um John Marston da vida, e as chances de você enjoar do personagem são grandes. Em GTA 5, as chances de isso acontecer são quase zero, mesmo jogando com o Trevor (talvez soe como um, mas não é spoiler, faz parte do contexto do game) que é um pé no saco durante toda a campanha. Cada um dos três personagens tem seus prós e contras, que os tornam únicos.

O game te coloca em diversas situações dentro da história onde você por diversos momentos controla 1, 2 ou os 3 personagens de forma alternada, onde cada um tem papel fundamental para completar determinada missão. Momentos engraçados, momentos de tensão e brigas estão presentes a cada cena. Em alguns momentos você irá se apegar mais a um ou a outro e isso poderá influenciar em algumas escolhas que refletem inclusive no final do jogo.

GTA Online

Como se tudo isso não fosse suficiente, a Rockstar foi malandra inteligente e lançou algumas semanas após o lançamento do game, o modo online de GTA 5. A ideia foi sensacional, esperar que os jogadores completassem a campanha e só depois liberar o modo online, dessa forma todos desfrutariam de todo potencial do jogo. Em GTA Online, podemos fazer tudo o que já foi citado e mais um pouco em grupo ou sozinho, com alguns modos de jogo pré-determinados (semelhante a Red Dead Redemption), salvando o progresso do nosso avatar, comprando imóveis, veículos e muito mais. É uma segunda vida rodando direto do seu console.

Recentemente, foi lançado uma atualizaçao que além de solucionar alguns bugs, melhora o jogo com novos carros, armas e outros acessórios.

GTA Online

Nossa opnião sobre tudo na vida é passível de mudança, e sobre jogos não é diferente. Nunca fui fã da franquia, mas hoje posso dizer que admiro cada vez mais os passos da Rockstar. Não citei antes, mas comecei a admirá-la quando comprei Red Dead Redemption, e meses depois Max Payne 3, dois outros games sensacionais, que também recomendo. Parabéns Rockstar: GTA 5 é realmente muito bom.

Mais sobre: ,
É um sul-mato-grossense de 20 e poucos anos, que começou no mundo dos games jogando Master System e Mega Drive, quando então conheceu o melhor console já criado neste mundo: o Super Nintendo. Já foi dono dos "clássicos" PSOne e PS2 e hoje passa horas disputando partidas online de Gears of War 3 no Xbox 360.
DEIXE UM COMENTÁRIO
ÚLTIMAS ANÁLISES
  • Análise Playerunknown’s Battlegrounds (PlayStation 4)

    O jogo que popularizou o gênero Battle Royale finalmente foi lançado no console da Sony para a alegria dos jogadores da plataforma PlayStation (e da Bluehole, que agora atinge a maior base instalada dessa geração). A criança prodígio do Brendan Greene chegou a tempo ou tarde demais?

  • Análise Crashlands (Nintendo Switch)

    Originalmente lançado para celulares e posteriormente para PC, a versão de Switch desse RPG de ação em tempo real foi desenvolvida para ser controlado em telas de toque e com controle convencional. O que é perfeito para o console híbrido da Nintendo.

  • Análise H1Z1 (PlayStation 4)

    Na recente tendência dos jogos Battle Royale, H1Z1 estreia no Playstation 4 com a pretensão ambiciosa de bater de frente com Fortnite, o gigantesco sucesso da Epic Games.

  • Análise Bloodstained: Curse of The Moon

    Inti Creates teve a tarefa de entregar a prévia do Bloodstained Ritual of The Night e criou um perfeito sucessor do Castlevania original de 1986.

  • SOBRE
    O Conversa de Sofá é um site com notícias, dicas e tutoriais sobre jogos, análises e novidades sobre os últimos lançamentos e cobertura de eventos.
    Asantee Games
    Ethanon Engine
    REDES SOCIAIS