Conversa de Sofá

Por Flávio Ricardo em 06/12/2016

Análise Just Dance 2017

Em sua oitava edição, Just Dance 2017 traz sutis novidades e modos de jogo inéditos mas acerta mesmo unir uma playlist de músicas divertida com a possibilidade de ser jogado através do aparelho celular; confira nossa análise.

Quando a gente pensa em videogames, uma das primeiras imagens que vem à cabeça é a clássica cena do jovem largado no sofá jogando seu jogo preferido, numa mistura de conforto e sedentarismo, “levantar a bunda da cadeira” e se exercitar não é uma das atividades mais preferidas dos jogadores mais hardcore (jogadores que passam muito tempo jogando).

Mas e quando é esse o objetivo do jogo? E quando pra vencer e mostrar que é bom você precisa levantar, dançar e “suar a camisa” em frente ao videogame? É exatamente isso que Just Dance 2017 espera que você faça, e a ralação não é pouca não, pra se dar bem no jogo de dança da Ubisoft você precisa se esforçar mesmo e ter os passos das músicas na ponta do pé.

O oitavo jogo da série traz ainda mais diversão aos fãs que já dançam conforme a música desde 2009, Just Dance 2017 conta com 40 novas músicas em sua playlist, a lista conta com sucessos do momento como “Cheap Thrills” da cantora Sia, até músicas que fizeram sucesso em outras épocas como “Dragostea Din Tei” do grupo romênio O-Zone.

Coreografia da música "Bang" em Just Dance 2017

Coreografia da música “Bang” em Just Dance 2017

Um dos grandes diferenciais de Just Dance sempre foi trazer uma diversidade de gêneros e épocas, Justin Bieber, Maroon 5 e diversos outros também estão lá. O destaque fica mesmo com a presença de duas cantoras brasileiras em Just Dance 2017, Anitta e Daya Luz “emprestam” os sucessos “Bang” e “Te Dominar” consecutivamente ao jogo de dança. As coreografias de ambas as músicas passaram pelo aval das cantoras e contém passos presentes nos clipes musicais das mesmas.

Para quem acha que as 40 músicas disponíveis no jogo são poucas, Just Dance 2017 conta ainda com o recurso Just Dance Unlimited, que é um serviço de assinatura que adiciona todas as músicas dos outros jogos da série a versão mais atual. A assinatura é mensal e o preço é acessível, e com o lançamento de uma nova versão do jogo, sua assinatura continua válida e você continua aproveitando para dançar as suas músicas favoritas.

Outra grande novidade, presente já na versão anterior é o controle de movimento através do celular. Com o aplicativo Just Dance Controller, o uso do Kinect ou da PlayStation Camera não se faz mais necessário, sendo possível jogar Just Dance 2017 em qualquer lugar, bastando existir uma conexão de rede disponível interligando o seu celular e o jogo.

Jogue com o celular através do aplicativo "Just Dance Controller"

Jogue com o celular através do aplicativo “Just Dance Controller”

Essa funcionalidade abriu muitas portas para o jogo, uma delas foi o lançamento do jogo também para PC. Além de não precisar mais de um dispositivo de reconhecimento de movimentos do tipo câmera, a necessidade de um console também deixou de ser obrigatório. Levando Just Dance para um número ainda maior de jogadores.

Sem contar que sem as “limitações” do Kinect e seus semelhantes, mais pessoas podem ocupar um mesmo espaço para jogar Just Dance, aliás, muitas pessoas mesmo, a funcionalidade permite que eventos como Flash Mobs e festas temáticas do jogo sejam realizadas e que todos estejam de fato conectados, jogando e possam ao final conferir sua pontuação.

São estes dentre outros elementos disponíveis no jogo que o tornam um título recomendadíssimo para jogar com a família e amigos, com diversos modos de jogo, você pode juntar a galera na sala da casa e jogar tanto cooperando como competindo, treinar as coreografias das suas músicas favoritas ou entrar no modo de jogo Sweat e perder umas boas calorias, tudo em nome da diversão.

Coreografia da música "Cheap Thrills" em Just Dance 2017

Coreografia da música “Cheap Thrills” em Just Dance 2017

Just Dance 2017 conta ainda com um modo de jogo que se assemelha a algo que poderíamos chamar de single-player ou campanha. Dois alienígenas precisam de ajuda para voltar para casa, mas sua nave está sem combustível, para ajudá-los, devemos dançar uma série de músicas dos ritmos mais variados e passos engraçados para assim ganhar pontos e completar o combustível de sua nave.

Esse é o modo Dance Energy, apesar de simples, o modo diverte e traz uma roupagem nova ao jogo que mesmo não carecendo de grandes novidades para justificar uma nova versão, está sempre buscando formas de se reinventar.

Acertando naquilo que já faz de bom e inovando sem impactar na mecânica principal do jogo, Just Dance 2017 é mais um sólido título da série de dança da Ubisoft e chega mais uma vez trazendo os principais sucessos do momento para um público direcionado e é o tipo de jogo que mesmo jogadores mais casuais devem ter em sua prateleira para agitar aquele grupo de amigos que de vez em quando aparecem em casa sem avisar.

Just Dance 2017 foi lançado no PC, PlayStation 4, Xbox One e outras plataformas. Análise feita a partir de uma cópia da versão PS4 cedida pela assessoria de imprensa da Ubisoft Brasil.

É um sul-mato-grossense de 20 e poucos anos, que começou no mundo dos games jogando Master System e Mega Drive, quando então conheceu o melhor console já criado neste mundo: o Super Nintendo. Já foi dono dos "clássicos" PSOne e PS2 e hoje passa horas disputando partidas online de Gears of War 3 no Xbox 360.
DEIXE UM COMENTÁRIO
ÚLTIMAS ANÁLISES
  • Análise Playerunknown’s Battlegrounds (PlayStation 4)

    O jogo que popularizou o gênero Battle Royale finalmente foi lançado no console da Sony para a alegria dos jogadores da plataforma PlayStation (e da Bluehole, que agora atinge a maior base instalada dessa geração). A criança prodígio do Brendan Greene chegou a tempo ou tarde demais?

  • Análise Crashlands (Nintendo Switch)

    Originalmente lançado para celulares e posteriormente para PC, a versão de Switch desse RPG de ação em tempo real foi desenvolvida para ser controlado em telas de toque e com controle convencional. O que é perfeito para o console híbrido da Nintendo.

  • Análise H1Z1 (PlayStation 4)

    Na recente tendência dos jogos Battle Royale, H1Z1 estreia no Playstation 4 com a pretensão ambiciosa de bater de frente com Fortnite, o gigantesco sucesso da Epic Games.

  • Análise Bloodstained: Curse of The Moon

    Inti Creates teve a tarefa de entregar a prévia do Bloodstained Ritual of The Night e criou um perfeito sucessor do Castlevania original de 1986.

  • SOBRE
    O Conversa de Sofá é um site com notícias, dicas e tutoriais sobre jogos, análises e novidades sobre os últimos lançamentos e cobertura de eventos.
    Asantee Games
    Ethanon Engine
    REDES SOCIAIS