Conversa de Sofá

Por Jean Thomaz em 06/06/2017

Análise Shadow Warrior 2

Shadow Warrior 2 é a estonteante evolução do original shooter em primeira pessoa da Flying Wild Hog, dando continuidade às desventuras do ex-shogun corporativo, Lo Wang, confira nossa análise do jogo.

“Pastel de Flango” é a expressão que melhor define Shadow Warrior 2. Engraçada. Ofensiva. Nostálgica. E totalmente consciente do que é.

Shadow Warrior 2 é a sequência do remake do FPS Shadow Warrior (Duh!), um clássico dos anos 90 junto com Duke Nukem, DOOM, Heretic e etc. Eu, infelizmente, não tive a oportunidade de jogar o remake de 2013, mas após jogar sua sequência a vontade de jogá-lo é gigante! Pois, Shadow Warrior 2 é um ótimo jogo, trazendo, quase, tudo de bom dos antigos e clássicos FPSs e revitalizando gameplay e gráficos para a nova geração.

Vamos começar tirando logo as partes ruins do caminho. Minha principal, e mais vital, crítica ao jogo é referente a suas “fases” e sistema de missões. Ao invés de repetir o estilo dos clássicos FPSs, e criar FASES individuais e “labirínticas”, o jogo prefere adotar um sistema de base e missões. A sua base serve como loja de armas, upgrades e é onde você adquire as missões que pode fazer. Após escolher qual missão deseja fazer, o jogo te teletransporta para o local da missão, ao chegar lá você segue um caminho extremamente LINEAR até concluir a missão que lhe foi dada.

Agora imagine que isso repete durante o jogo todo, cerca de 9 horas de campanha, e que existem apenas 4 “LOCAIS” diferentes para se visitar. Isso acaba matando um dos fatores mais legais dos FPSs antigos, a exploração dos mapas. Como sua base te fornece tudo que você precisa para melhorar seu arsenal e suas habilidades, você acaba deixando de lado a exploração dos mapas, os mesmos acabam se tornando corredores para a execução de inimigos. Isso faz com que o gameplay do jogo vá se tornando repetitivo e cansativo durante as horas finais do mesmo, vendo que além de “ATIRE NOS INIMIGOS”, você não precisa se preocupar com mais nada. Mas os desenvolvedores de Shadow Warrior 2 deram sorte, pois essa falha acaba se tornando pequena, por conta do gameplay PRIMORDIOSO que eles conseguiram criar.

Atirar, correr e pular. Essas são as três coisas que você vai fazer durante as 9 horas da campanha de Shadow Warrior 2. Parece pouco? É! Mas é aquele POUCO com muita SUSTÂNCIA! A satisfação que atirar, correr e pular lhe proporcionam durante o jogo é incrível, as três mecânicas foram feitas da melhor forma possível. Atirando você encontra uma variedade enorme de estilos entre as diferentes armas do jogo, indo do clássico REVOLVER até a poderosa bazuca de energia.

Correndo e pulando você se sente um verdadeiro NINJA, conseguindo se movimentar facilmente pelos cenários abertos do jogo, enquanto desvia de alguns projéteis e dos golpes corpo-a-corpo que a maioria dos adversários desfere. Todos os comandos são extremamente intuitivos e responsivos, dificilmente você se sente prejudicado pelo jogo, os erros que comete são todos CULPA SUA. E essa é a maior força de Shadow Warrior 2, um gameplay frenético, desafiador e extremamente bem feito. Ah! No meio de todo esse Atirar, correr e pular, você ainda é presenteado com as observações “INFAMES” de Lo Wang, protagonista do jogo.

Infame é a palavra que pode definir a história de Shadow Warrior 2. Mas isso não é uma crítica e sim um elogio, pois todo esse humor forçado e “SEM GRAÇA” funciona MUITO bem com a história do jogo. Lo Wang, o protagonista, é um mercenário babaca e muito carismático. Durante a história a alma da filha de um chefão da máfia japonesa acaba presa dentro de seu corpo, e é a relação entre estes dois personagens que faz com que o humor de Shadow Warrior 2 brilhe.

Ambos passam o jogo inteiro trocando farpas e xingamentos que, apesar de bobos, me fizeram rir durante o jogo todo. Essa dinâmica faz com que mesmo quando o gameplay começa a ficar repetitivo, você queira continuar a jogar apenas para ouvir a próxima troca de insultos que um tem reservado para o outro. De resto a história é bem clichê, derrote o monstro antes que o mundo acabe. A diferença é que é tudo de propósito, feito para satirizar este tipo de narrativa, tendo momentos que caberiam perfeitamente em uma novela das 9.

Shadow Warrior 2 é um excelente jogo que nos traz quase tudo de melhor que os FPSs podem nos oferecer. Além de contar uma história extremamente engraçada e bem escrita. O único revés é o sistema de missões que acaba caindo na mesmice que infelizmente impregna a maioria dos FPSs de hoje. Bem, agora vou lá jogar o primeiro Shadow Warrior enquanto espero, ansiosamente, por Shadow Warrior 3!

Shadow Warrior 2 foi lançado no PC, PlayStation 4 e Xbox One. Análise feita a partir de uma cópia da versão Xbox One cedida pela assessoria de imprensa da Devolver Digital.

Jogo muito FIFA e sempre olho o lado positivo da morte.
DEIXE UM COMENTÁRIO
ÚLTIMAS ANÁLISES
  • Análise Playerunknown’s Battlegrounds (PlayStation 4)

    O jogo que popularizou o gênero Battle Royale finalmente foi lançado no console da Sony para a alegria dos jogadores da plataforma PlayStation (e da Bluehole, que agora atinge a maior base instalada dessa geração). A criança prodígio do Brendan Greene chegou a tempo ou tarde demais?

  • Análise Crashlands (Nintendo Switch)

    Originalmente lançado para celulares e posteriormente para PC, a versão de Switch desse RPG de ação em tempo real foi desenvolvida para ser controlado em telas de toque e com controle convencional. O que é perfeito para o console híbrido da Nintendo.

  • Análise H1Z1 (PlayStation 4)

    Na recente tendência dos jogos Battle Royale, H1Z1 estreia no Playstation 4 com a pretensão ambiciosa de bater de frente com Fortnite, o gigantesco sucesso da Epic Games.

  • Análise Bloodstained: Curse of The Moon

    Inti Creates teve a tarefa de entregar a prévia do Bloodstained Ritual of The Night e criou um perfeito sucessor do Castlevania original de 1986.

  • SOBRE
    O Conversa de Sofá é um site com notícias, dicas e tutoriais sobre jogos, análises e novidades sobre os últimos lançamentos e cobertura de eventos.
    Asantee Games
    Ethanon Engine
    REDES SOCIAIS