Conheça um pouco das profissões em eSports - Conversa de Sofá

Conversa de Sofá

Por Shaira Costa em 31/05/2017

Conheça um pouco das profissões em eSports

Muitos imaginam que trabalhar com eSports se resume a ser jogador profissional em alguma equipe, mas existe uma série de outros cargos e funções disponíveis, conheça.

Não é só de jogadores que o cenário de esportes eletrônicos vive. Há toda uma estrutura que estabelece o cenário competitivo. Por ser um carreira considera de curto prazo, a maioria dos profissionais que atuam hoje em outras funções, já foram jogadores.

Do mesmo jeito que um esporte transmitido para qualquer audiência, é necessário alguém para dar emoção, passar conhecimento e apresentar o evento. Em uma transmissão de campeonato existe a necessidade do narrador que é responsável por passar a emoção jogada a jogada.

BiDa, Savage e gORDOx
BiDa, Savage e gORDOx

O comentarista que geralmente faz dupla com o narrador é responsável por complementar e apontar detalhes e prover explicações das jogadas que foram previamente narradas. Esses dois atuam enquanto a partida está em andamento mas não cabe apenas à essa dupla complementar o entretenimento que uma partida oferece. Se o comentarista é responsável por analisar e apontar detalhes durante a partida, é o analista que vai analisar minuciosamente o confronto, antes de começar e depois de finalizado.

Já no ambiente que diz respeito ao jogo em si, além de ser pro player é possível trabalhar dentro do time. Treinador, analista, psicólogo, empresário, um produtor criativo para a parte visual da equipe, um social media para cuidar das contas em redes sociais da equipe, mantendo os fãs por dentro de tudo o que acontece com a equipe. Além do dono da equipe e ou patrocinador existem muitas formas de entrar no cenário de esporte eletrônico, mesmo que você não seja um jogador profissional.

League of Legends

Não existe público que não está interessado no que acontece no meio em que ele acompanha então é necessário uma pessoa ou um meio de comunicação onde aqueles que acompanham o cenário possam estar sempre informados sobre o que acontece. É aqui que entram os jornalistas e sites que cobrem as notícias do cenário.

Cuidar da imagem pública e estar sempre em contato com os fãs é importante para um jogador profissional de esporte eletrônico, porém apenas responder as mensagens dos fãs nas redes sociais não é o suficiente. A maioria dos jogadores profissionais tem um calendário voltado para transmissões ao vivo chamadas de livestreams, mesmo com sua agenda lotada de treinos e outros compromissos.

Colaboro no Conversa de Sofá e escrevo sobre eSports no Arena Eletrônica.
DEIXE UM COMENTÁRIO
ÚLTIMAS ANÁLISES
  • Análise 11-11: Memories Retold (PC)

    Com inspiração na arte e o intuito de honrar os 100 anos do fim da Primeira Guerra Mundial, 11-11 Memories Retold apresenta histórias de pessoas comuns em um dos períodos mais brutais da humanidade.

  • Análise Resident Evil 2 – 2019 (PlayStation 4) Leon A

    Passaram-se 4 gerações de consoles até que uma das obras-primas do PlayStation original fosse refeita, utilizando-se de todo o aparato de tecnologia de alto-processamento e alta-definição atuais, algo que os fãs esperavam desde que o primeiro Resident Evil foi atualizado para o Game Cube, em 2002.

  • Análise Resident Evil 2 – 2019 (PlayStation 4) Claire A

    Vinte e um anos após o lançamento da obra original no primeiro console da Sony, a série Resident Evil alcança um novo ápice com o remake de Resident Evil 2, jogo que reúne nostalgia e primor em um produto que beira o impecável.

  • Análise Playerunknown’s Battlegrounds (PlayStation 4)

    O jogo que popularizou o gênero Battle Royale finalmente foi lançado no console da Sony para a alegria dos jogadores da plataforma PlayStation (e da Bluehole, que agora atinge a maior base instalada dessa geração). A criança prodígio do Brendan Greene chegou a tempo ou tarde demais?

  • SOBRE
    O Conversa de Sofá é um blog com notícias, dicas e tutoriais sobre jogos, análises e novidades sobre os últimos lançamentos e cobertura de eventos.
    REDES SOCIAIS