Conversa de Sofá

Por Flávio Ricardo em 09/02/2015

Entre easter eggs e muito tiroteio, beta de Battlefield Hardline alcança 5 milhões de jogadores

Jogamos a beta de Battlefield Hardline. Agora nas mãos da Visceral Games, o jogo rodou suave no PlayStation 4 e alcançou a marca recorde de 5 milhões de jogadores cadastrados em menos de uma semana.

Durante a semana passada, a Visceral Games e a EA liberaram mais uma beta do jogo Battlefield Hardline, dessa vez aberto e em todas as plataformas.

Bastante esperada, a beta trouxe três modos de jogo e muitas opções de armas, itens e modos de jogo, com mapas diferentes da primeira beta. Consegui jogar dois destes modos, Roubo e Consquista.

No modo roubo demorei um pouco a me adaptar, esse que lembra bastante um clássico deathmatch é bem rápido e frenético, colocando bandidos e policiais frente a frente a todo momento. Mas é claro, trata-se de um modo com um objetivo bem definido, os bandidos devem invadir e roubar determinados pacotes espalhados no mapa e então retornar ao ponto de fuga, enquanto os policiais é claro devem impedir isso.

Se você notou alguma semelhança com PayDay, “toca aí” pois tive a mesma impressão. Alguns elementos parecem ter sido 100% inspirandos, como os pontos de furto e extração, inclusive a forma como “arrombamos” o local do roubo é bem parecido, usando dessa vez explosivos e não uma broca.

O outro modo que tive a oportunidade de testar foi o Conquista, modo clássico dos demais Battlefield onde as equipe disputam o controle de determinados pontos do mapa ganhando vantagem tática de respawn. Esse está mais divertido do que nunca, com o novo arsenal e elementos do mapa disponíveis.

A beta que durou aproximadamente uma semana foi uma das mais bem sucedidas do mercado, reunindo mais de 5 milhões de jogadores cadastrados segundo a EA, o feito serviu para eles terem uma ideia bem real da carga que os servidores do jogo deverão aguentar em eu lançamento oficial, além é claro de poder colher os mais variados feedbacks dos jogadores.

Além disso, a Visceral inseriu alguns easter eggs bem legais, como recarregar sua arma como se tivesse usando “a força”, de Star Wars. No geral, gostei bastante da beta, a passada testei no PC, e dessa vez no PlayStation 4 não senti grandes diferenças gráficas, o foco foi mesmo na diversão e na fluídez do jogo, ambos aprovados.

Battlefield Hardline será lançado em 17 de Março de 2015 no PC, PlayStation 3, PlayStation 4, Xbox 360 e Xbox One.

Mais sobre: , , ,
É um sul-mato-grossense de 20 e poucos anos, que começou no mundo dos games jogando Master System e Mega Drive, quando então conheceu o melhor console já criado neste mundo: o Super Nintendo. Já foi dono dos "clássicos" PSOne e PS2 e hoje passa horas disputando partidas online de Gears of War 3 no Xbox 360.
DEIXE UM COMENTÁRIO
ÚLTIMAS ANÁLISES
  • Análise Playerunknown’s Battlegrounds (PlayStation 4)

    O jogo que popularizou o gênero Battle Royale finalmente foi lançado no console da Sony para a alegria dos jogadores da plataforma PlayStation (e da Bluehole, que agora atinge a maior base instalada dessa geração). A criança prodígio do Brendan Greene chegou a tempo ou tarde demais?

  • Análise Crashlands (Nintendo Switch)

    Originalmente lançado para celulares e posteriormente para PC, a versão de Switch desse RPG de ação em tempo real foi desenvolvida para ser controlado em telas de toque e com controle convencional. O que é perfeito para o console híbrido da Nintendo.

  • Análise H1Z1 (PlayStation 4)

    Na recente tendência dos jogos Battle Royale, H1Z1 estreia no Playstation 4 com a pretensão ambiciosa de bater de frente com Fortnite, o gigantesco sucesso da Epic Games.

  • Análise Bloodstained: Curse of The Moon

    Inti Creates teve a tarefa de entregar a prévia do Bloodstained Ritual of The Night e criou um perfeito sucessor do Castlevania original de 1986.

  • SOBRE
    O Conversa de Sofá é um site com notícias, dicas e tutoriais sobre jogos, análises e novidades sobre os últimos lançamentos e cobertura de eventos.
    Asantee Games
    Ethanon Engine
    REDES SOCIAIS