Conversa de Sofá

Por Flávio Ricardo em 29/08/2013

Fireburst – carros em chamas e cenários paradisíacos

Imagine um futuro um pouco pós-apocalíptico, as armas viraram veículos modificados, e para sobreviver você deve correr e derrotar seus inimigos em uma corrida de vida ou morte. Imaginou? Pois é, Fireburst não tem nada disso. Mas não se assuste, você provavelmente já viu esse roteiro em algum filme de “ação”. Em Fireburst basta entender uma coisa: cuidado com o fogo.

Imagine um futuro um pouco pós-apocalíptico, as armas viraram veículos modificados, e para sobreviver você deve correr e derrotar seus inimigos em uma corrida de vida ou morte. Imaginou? Pois é, Fireburst não tem nada disso. Mas não se assuste, você provavelmente já viu esse roteiro em algum filme de “ação”. Em Fireburst basta entender uma coisa: cuidado com o fogo.

Fireburst é um game do gênero corrida/ação no estilo “off-road”, um lançamento da Zoo Game no ano de 2012 e está disponível para PC através do Steam e para Xbox 360 na Live.

O game segue uma receita básica de outros do mesmo gênero onde devemos selecionar um corredor, um dos vários modelos de veículos com diferentes especificações e habilidade especial e por fim selecionar a cor que mais nos agrada. As especificações são itens como velocidade de aceleração, freios, direção entre outros e a “habilidade” especial de cada veículo está diretamente relacionada ao nome do jogo, como o próprio remete, em Fireburst nosso objetivo além de vencer as diversas provas e corridas, é fazer isso “destruindo” nossos adversários usando uma rajada de fogo emanada ou deixada para trás conforme cada veículo.

Fireburst PC

Diferentes modelos de veículos possuem diferentes habilidades, podendo emanar fogo num determinado raio em torno de si ou para trás como foi dito, outros criam uma parede de fogo que além de servir para sua própria proteção destroem tudo o que encontram pela frente. Basicamente você é colocado em duas situações dentro do game, a primeira é um cenário paradisíaco como montanhas cheias de penhascos, praias, pistas de pouso abandonadas em meio a rochedos ou até mesmo em alguns locais mais fechados e restritos como hangares e indústrias e deve concluir a fase correndo contra seus adversários, queimando-os e usando alguns barris ou jatos de água espalhados no meio da pista para se resfriar caso seu veículo esteja muito quente.

Na segunda situação, o game cria uma arena, geralmente sem muitas opções de “fuga” onde o objetivo é destruir o número máximo de inimigos usando seu “Fireburst” dentro de um determinado tempo. Esse modo peca pela quantidade menor de cenários e com o tempo se torna enjoativo.

Fireburst PC

O game não possui uma história ou campanha, basicamente para liberar todos os veículos e corredores disponíveis você deve enfrentar uma série de desafios impostos por algum outro corredor do game já liberado. Esses desafios colocam o jogador a prova, fazendo o mesmo até questionar a possibilidade de conclusão destes em alguns momentos, no começo essa dificuldade até motiva, mas depois de algum tempo pode te frustrar.

Os comandos do jogo são simples, podemos acelerar, frear, dar ré, trocar de câmera, ativar nosso “Fireburst” e buzinar (recurso inútil diga-se de passagem). A jogabilidade é boa, depois de uma meia hora jogando já estamos acostumados a fazer curvas em alta velocidade e saltar os obstáculos do cenário. No geral, considerando seu baixo custo, o game é bom e diverte nas horas vagas, peca na qualidade gráfica e falta de inovação, poderia ser um concorrente direto ao sucesso do PS3 Motostorm caso seus desenvolvedores tivesse se dedicado um pouco mais.

Avaliação:

6
  • Preço acessível
  • Diversão garantida durante algumas horas
  • Peca na ausência de um modo história contando mais sobre os personagens
  • Gráficos medianos no Xbox 360, diferença notável na versão de PC
Mais sobre: ,
É um sul-mato-grossense de 20 e poucos anos, que começou no mundo dos games jogando Master System e Mega Drive, quando então conheceu o melhor console já criado neste mundo: o Super Nintendo. Já foi dono dos "clássicos" PSOne e PS2 e hoje passa horas disputando partidas online de Gears of War 3 no Xbox 360.
DEIXE UM COMENTÁRIO
ÚLTIMAS ANÁLISES
  • Análise Playerunknown’s Battlegrounds (PlayStation 4)

    O jogo que popularizou o gênero Battle Royale finalmente foi lançado no console da Sony para a alegria dos jogadores da plataforma PlayStation (e da Bluehole, que agora atinge a maior base instalada dessa geração). A criança prodígio do Brendan Greene chegou a tempo ou tarde demais?

  • Análise Crashlands (Nintendo Switch)

    Originalmente lançado para celulares e posteriormente para PC, a versão de Switch desse RPG de ação em tempo real foi desenvolvida para ser controlado em telas de toque e com controle convencional. O que é perfeito para o console híbrido da Nintendo.

  • Análise H1Z1 (PlayStation 4)

    Na recente tendência dos jogos Battle Royale, H1Z1 estreia no Playstation 4 com a pretensão ambiciosa de bater de frente com Fortnite, o gigantesco sucesso da Epic Games.

  • Análise Bloodstained: Curse of The Moon

    Inti Creates teve a tarefa de entregar a prévia do Bloodstained Ritual of The Night e criou um perfeito sucessor do Castlevania original de 1986.

  • SOBRE
    O Conversa de Sofá é um site com notícias, dicas e tutoriais sobre jogos, análises e novidades sobre os últimos lançamentos e cobertura de eventos.
    Asantee Games
    Ethanon Engine
    REDES SOCIAIS