Conversa de Sofá

Por Allison Barros em 05/09/2013

PSN Plus e Live: valem cada obaminha gasto!

Tenho um Xbox 360 faz alguns anos, desde então venho comprando diversos jogos para o mesmo. Logo quando comprei meu console da sétima geração já tinha planos de comprar mais outro (PlayStation 3). Sempre pirei o cabeção em games. Tipo, minha vida inteira :D. Minha experiência como gamer foi elevada a outro nível após eu assinar a PS Plus e a Xbox Live Gold.

Tenho um Xbox 360 faz alguns anos, desde então venho comprando diversos jogos para o mesmo. Logo quando comprei meu console da sétima geração já tinha planos de comprar mais outro (PlayStation 3). Sempre pirei o cabeção em games. Tipo, minha vida inteira :D. Depois de um ano de uso apenas jogando as campanhas dos jogos e também, quando a galera juntava em casa, de tanto um amigo meu, Flávio, insistir eu assinei a Live para jogar online. Ele vivia na minha cabeça: “Cara, assina a Live cara! É outra vida!”. Pois então, seguindo seu conselho eu o fiz.

Realmente, depois disso, nunca mais sem Live. Alguns meses atrás eu consegui o meu tão sonhado PS3, e logo de cara já queria assinar a Plus, pois outro amigo meu, Thiago, sempre me disse que diversas vantagens eu ganharia ao assinar a Plus. Porém, antes de mais nada, sempre é bom fazer um research. Tendo em mente o que eu queria fui atrás das informações necessárias. Algumas horas de pesquisa e finalmente encontrei a melhor maneira de comprar a assinatura. Em um próximo post eu falo como, pois é bem trabalhoso. E logo que recebi a confirmação e ativei a conta, fui direto aos free downloads disponíveis. Que maravilha é você ter todo mês alguns jogos de graça na sua conta. E o melhor de tudo, após o evento de lançamento do Xbox One e do PS4, a Microsoft decidiu adotar a mesma idéia da Sony de dar jogos para os assinantes que pagam.

Xbox Live Gold

Resultado disso tudo, tenho jogos na Live e na Plus de graça todo mês.

Se for colocar na mesa os U$ 49.90 obaminhas (dólares) que eu gastei na Plus e R$ 90,00 dilmas (reais) que gastei na Live pelos jogos que já adquiri, praticamente saíram de graça as assinaturas.

Gamer desde quando me entendo por gente! Apaixonado por clássicos como The Legend Of Zelda e o SNES. Também conhecido em alguns lugares como Índio. Nas horas vagas, nada melhor do que sentar em frente a TV e ligar um console para passar horas imerso em um mundo onde as leis da física não se aplicam!
DEIXE UM COMENTÁRIO
ÚLTIMAS ANÁLISES
  • Análise Playerunknown’s Battlegrounds (PlayStation 4)

    O jogo que popularizou o gênero Battle Royale finalmente foi lançado no console da Sony para a alegria dos jogadores da plataforma PlayStation (e da Bluehole, que agora atinge a maior base instalada dessa geração). A criança prodígio do Brendan Greene chegou a tempo ou tarde demais?

  • Análise Crashlands (Nintendo Switch)

    Originalmente lançado para celulares e posteriormente para PC, a versão de Switch desse RPG de ação em tempo real foi desenvolvida para ser controlado em telas de toque e com controle convencional. O que é perfeito para o console híbrido da Nintendo.

  • Análise H1Z1 (PlayStation 4)

    Na recente tendência dos jogos Battle Royale, H1Z1 estreia no Playstation 4 com a pretensão ambiciosa de bater de frente com Fortnite, o gigantesco sucesso da Epic Games.

  • Análise Bloodstained: Curse of The Moon

    Inti Creates teve a tarefa de entregar a prévia do Bloodstained Ritual of The Night e criou um perfeito sucessor do Castlevania original de 1986.

  • SOBRE
    O Conversa de Sofá é um site com notícias, dicas e tutoriais sobre jogos, análises e novidades sobre os últimos lançamentos e cobertura de eventos.
    Asantee Games
    Ethanon Engine
    REDES SOCIAIS