A Song for Viggo

A Song for Viggo é um game digital de apontar e clicar feito inteiramente com papel, usando a técnica de animação em stop motion.

A história e a execução do game A Song for Viggo transmitem um clima diferente, experimental e muito emocionante. Baseado em uma narrativa dramática e dark, o jogador tem o papel de fazer escolhas usando a função simples de “point and click” (apontar e clicar), provocando mudanças na vida de um pai que acidentalmente matou seu filho Viggo.

O projeto é feito inteiramente de papel. Todos os elementos, cenários e personagens foram criados à mão e, em seguida, envolvidos em uma animação usando a técnica de filmagem stop motion. Com previsão para lançar esse ano, centenas de cenas ainda estão sendo gravadas e traduzidas em códigos para conter funções de game.

songforviggo7

songforviggo6

A história se inicia logo após a tragédia e segue a família durante o luto e demais consequências devastadoras. Serão, ao todo, cinco diferentes missões a serem completadas pelo jogador, cada uma delas sendo de diferentes níveis de dificuldade e contendo também atividades mundanas e rotineiras, como tarefas domésticas.

A Song for Viggo, diferente dos jogos populares, prioriza a natureza humana em uma produção experimental que coloca o jogador para viver uma vida comum, apesar das circunstâncias trágicas que se seguem. Segundo o site do projeto, algumas atividades comuns serão: estar presente na vida da filha, colocar comida na mesa, lavar a louça e manter o casamento unido. A parte difícil do jogo será a luta do personagem com seu psicológico, em vez de objetivos mais mecânicos ou físicos. Aqui só há um quebra-cabeça difícil de se vencer, e ele se chama “vida real”.
Com uma estética artesanal devido à produção em papel, o laço emocional com o jogador tende a aumentar ainda mais, além de ser uma história bastante intensa, que explora sentimentos como luto, depressão e culpa. Algo pouco comum nos games digitais.

“Cada objeto no jogo – das casas às flores do jardim, da prateleira aos livros – é desenhado no papel, dobrado em 3D e colado à mão. (…) Ao fazer dessa forma, espero criar uma atmosfera que não se pode encontrar em nenhum outro game digital.” – Simon Karlsson conta mais sobre seu trabalho na campanha para arrecadar fundos no Kickstarter

Todo o projeto está sendo desenvolvido por Simon Karlsson, um estudante de Game Design da Suécia. O projeto entrou com uma campanha no ar no Kickstarter em 2014 e conseguiu arrecadar mais do que o objetivo inicial, $20.000! O lançamento do jogo no Steam está previsto para o meio de 2015.
Além de todo esse trabalho com a produção feita à mão e a programação do game, Simon Karlsson também escreveu, tocou piano e gravou todas as músicas que farão parte da trilha sonora de A Song for Viggo. Enquanto o jogo não é lançado, dá para ouvir e sentir o clima.


Este texto faz parte da série os melhores indie games a serem lançados em 2015. Cada post trará maiores detalhes de um game digital a ser lançado este ano que já está fazendo barulho. Alguns já estão nos testes finais, outros ainda estão rodeados de mistério. Acompanhe e descubra o seu preferido!

Formada em publicidade pela ESPM e Arte Digital pela Central Saint Martins em Londres, atualmente cursa mestrado em Tecnologias de Inteligência e Design Digital na PUC. Trabalha como redatora web para sites sobre comunicação, tecnologia, cultura e projetos criativos no geral. É apaixonada por arte, viciada em indie games e gosta de se aventurar na programação!