Conversa de Sofá

Por Flávio Ricardo em 19/11/2017

Team Fontt cai diante da ENCE nas finais da Rainbow Six Pro League

Mesmo com boas atuações de “gohaN” e “mav”, a Team Fontt não consegue vencer a finlandesa ENCE eSports e é eliminada na semifinal da Pro League.

Não é dessa vez que veremos uma final brasileira na Rainbow Six Pro League, a primeira semifinal entre Team Fontt e ENCE eSports acabou com o resultado de 2 a 0 na melhor de 3 para a equipe finlandesa, mesmo com esforço e boas jogadas da equipe brasileira, a equipe se despede mais uma vez no TOP 4 da terceira temporada.

Quem saiu na frente no primeiro mapa, “Consulado”, foi a ENCE eSports que fez um bom ataque e conseguiu uma eliminação pra cima do Brasil já no início da partida, “mav” ainda conseguiu acertar uma boa C4 mas não foi suficiente.

Na defesa a ENCE amplia a vantagem superando a Team Fontt em número de eliminações e ficando com o ponto. O jogo dos brasileiros continua sem encaixar e o público vê 3 a 0 para a ENCE no placar.

No quarto round a Fontt joga no ataque e tenta ser mais cautelosa, chegando a fazer boas eliminações no início, mas se vê numa situação complicada após a ENCE diminuir a vantagem numérica e superar os brasileiros mais uma vez, 4 a 0 em rounds.

Match point para a ENCE, que mais uma vez supera os brasileiros em número de eliminações, conseguindo bons abates mesmo após alguns atordoamentos, 5 a 0 em rounds e 1 a 0 na melhor de 3 para os finlandeses.

O segundo mapa do jogo foi “Chalé”, escolha da Fontt, que começou no ataque com boas eliminações de “gohaN” e “mav”. E mesmo com uma vantagem de três jogadores vê o jogo virar e perde o primeiro round.

Jogando agora na defesa, a Fontt começa bem novamente e em round inspirado de “gohaN” que leva dois jogadores numa linda C4, e mais dois no final, a equipe brasileiro sai do zero e marca 1 a 1 em rounds.

No terceiro round a Fontt faz boas eliminações, mas demora demais pra avançar e se vê sem tempo, tentando o plant do desativador numa posição ruim, sendo eliminados e perdendo um round aparentemente ganho, 2 a 1 no marcador.

Mais uma vez na defesa e tentando usar o tempo a seu favor, a Fontt começa perdendo “gohaN” numa granada, devolve a desvantagem em mais uma C4 de “mav” porém após um avanço rápido da ENCE acaba perdendo o round, 3 a 1.

Que esse seria um jogo explosivo a gente sabia, mas “gohaN” queria mais, e começa o round fazendo duas eliminações (uma de cada vez) usando a granada, e mais uma vez na vantagem, a Fontt peca ao não sincronizar seu avanço e são eliminados um a um pelo jogador “Kantoraketti”, da ENCE, e perdem o round.

Novamente match point para a equipe finlandesa, que joga no ataque mas comete o mesmo erro dos brasileiros e fica sem tempo, sendo obrigada a avançar sem preparo e mesmo fazendo boas eliminações, perde o round, 4 a 2 no placar.

A Fontt começa a gostar do jogo, avançando de forma inteligente e conquistando uma a uma boas eliminações, deixando o jogo muito a seu favor e conquistando mais um round, 4 a 3.

A esperança da prorrogação era real, mas ninguém conseguia segurar o ímpeto da ENCE, que fez um bom ataque e fechou o jogo, 5 a 3 no marcador e o fim da linha para a equipe brasileira.

A ENCE aguarda agora o resultado do jogo entre Black Dragons e PENTA Sports, que jogam ainda hoje (19) na outra semifinal da Pro League. A grande final acontece também hoje na MAX5 Arena em São Paulo, antes do jogo, acontecerá a revelação completa dos novos operadores do ano 3 de Rainbow Six Siege.

É um sul-mato-grossense de 20 e poucos anos, que começou no mundo dos games jogando Master System e Mega Drive, quando então conheceu o melhor console já criado neste mundo: o Super Nintendo. Já foi dono dos "clássicos" PSOne e PS2 e hoje passa horas disputando partidas online de Gears of War 3 no Xbox 360.
DEIXE UM COMENTÁRIO
ÚLTIMAS ANÁLISES
  • Análise Playerunknown’s Battlegrounds (PlayStation 4)

    O jogo que popularizou o gênero Battle Royale finalmente foi lançado no console da Sony para a alegria dos jogadores da plataforma PlayStation (e da Bluehole, que agora atinge a maior base instalada dessa geração). A criança prodígio do Brendan Greene chegou a tempo ou tarde demais?

  • Análise Crashlands (Nintendo Switch)

    Originalmente lançado para celulares e posteriormente para PC, a versão de Switch desse RPG de ação em tempo real foi desenvolvida para ser controlado em telas de toque e com controle convencional. O que é perfeito para o console híbrido da Nintendo.

  • Análise H1Z1 (PlayStation 4)

    Na recente tendência dos jogos Battle Royale, H1Z1 estreia no Playstation 4 com a pretensão ambiciosa de bater de frente com Fortnite, o gigantesco sucesso da Epic Games.

  • Análise Bloodstained: Curse of The Moon

    Inti Creates teve a tarefa de entregar a prévia do Bloodstained Ritual of The Night e criou um perfeito sucessor do Castlevania original de 1986.

  • SOBRE
    O Conversa de Sofá é um site com notícias, dicas e tutoriais sobre jogos, análises e novidades sobre os últimos lançamentos e cobertura de eventos.
    Asantee Games
    Ethanon Engine
    REDES SOCIAIS