10 dicas que vão deixar Sifu mais fácil

Confira essas 10 dicas poderosas para se tornar um mestre do Kung Fu em Sifu.

Dicas para facilitar Sifu

é incrível em quase todos os aspectos.

A direção de arte e a trilha sonora inspiradas por filmes de artes marciais como Police Story com Jackie Chan, Operação Invasão (The Raid) e filmes de ação como Kill Bill e John Wick são maravilhosas, e só ficam atrás do combate refinadíssimo que o game tem.

A ferocidade e impacto dos golpes fazem com que seja muito satisfatório dominar uma área cheia de inimigos, deixar um rastro de capangas desacordados, possivelmente com vários ossos quebrados, enquanto fica mais perto da vingança contra aqueles que destruíram sua vida.

O problema é que para conseguir chegar a esse objetivo é necessário dominar as nuances do combate de . E isso, não é nem um pouco fácil.

Sifu Fase do Clube

Em alguns momentos, a dificuldade parece até um pouco desonesta, visto que a inteligência artificial dos oponentes e a velocidade de resposta deles é muito boa. E, devido ao sistema de envelhecimento ligado ao número de mortes ser implacável, morrer muitas vezes pode levar o jogador a estragar uma jogatina muito boa, e sobrar só uma tela de game over em questão de minutos.

Se fosse um fliperama antigo ele seria um grande ladrão de fichas, pode apostar.

Mas, apesar da frustração ser um companheiro constante, o sentimento de satisfação ao se tornar um verdadeiro mestre do Kung Fu com o passar do tempo é simplesmente fantástico.

Pensando nisso, e após passar mais de 30 horas me aperfeiçoando em busca da jogada perfeita gostaria de deixar dicas importantes que podem facilitar, e muito, a vida de quem está com dificuldades em terminar o jogo no PlayStation 4 ou PlayStation 5.

Sifu Fase A Torre


1. Tenha calma

Pode parecer uma dica boba, mas é intimidador, e permanecer calmo esperando o momento certo para atacar pode ser angustiante, e até mesmo apavorante. Apesar dele não ser um jogo de terror, muitas vezes a tensão, principalmente nas lutas contra Chefes, é correlata.

Existem 4 opções de defesa: é possível bloquear os golpes (L1), desviar enquanto defende (L1 + analógico), desviar para longe (R2) e aparar os golpes no momento exato (L1), o que possibilita a realização de um contra-ataque mais forte. Uma quinta opção, quando o cenário permite, é correr (segurar R2).

Pode parecer desonroso, mas correr ajuda a separar grupos de inimigos, permitindo que se lide com eles de forma mais individualizada. Isso facilita bastante em alguns cenários lotados.

Cada uma dessas manobras tem sua serventia e são eficazes em momentos distintos, mas o bloqueio é a pior delas, e explico o porquê na próxima dica.

Armas em Sifu


2. Aprenda a usar o L1

Como mencionado, usar o bloqueio estático não é a melhor opção na maioria dos casos. Ele pode salvar sua pele em algumas situações, mas todas as vezes em que um ataque é bloqueado a sua barra de estrutura sofre dano, e quando a estrutura chega ao limite, seu personagem fica vulnerável a golpes que podem acabar com uma barra de vida cheia em 2 ou 3 ataques. Se você jogou Sekiro, vai entender rápido como essa rotina funciona. E, já que esse sistema também vale para os inimigos, o seu objetivo é quebrar a estrutura deles antes que eles quebrem a sua.

E para isso, as outras defesas com L1 são superiores.

A aparagem ou parry, que é quando você aperta o L1 antes do ataque te acertar, causa um dano alto na estrutura dos inimigos, inclusive maior que as próprias porradas. O porém é que a janela para acertar esse momento exato é pequena, e não é fácil se adaptar a esse tempo. Mas com treino é possível vencer alguns inimigos só usando o parry. Contudo, o movimento que recomendo que você aprenda e masterize em primeiro lugar é o desvio com L1 + analógico.

Luta no corredor

A execução é bem similar ao parry, já que é preciso desviar na hora certa em que a pancada te acertaria da mesma forma, a diferença é que nesse caso você vai segurar o L1 (e não apertar) e movimentar o analógico na direção oposta ao golpe.

Parece difícil? No início é um pouco, mas como você vai estar segurando o L1, mesmo que erre o movimento o dano a sua saúde será negado (caso o inimigo não esteja usando uma arma), a única coisa que vai sofrer será sua estrutura. Já se conseguir acertar a direção da evadida o tempo desacelera por um segundo e você pode contra-atacar. Esse movimento pode ser utilizado também para recuperar sua estrutura danificada se o upgrade Recuperação de Estrutura estiver desbloqueado, o que é muito útil, principalmente em Chefes. E por falar neles…


3. Escolhendo os upgrades

Em existem estátuas de dragão de jade espalhadas pelos cenários que funcionam como altares, onde é possível desbloquear certas vantagens e novos movimentos. Cada fase tem no máximo 3 estátuas, e dependendo da rota escolhida é possível ter acesso a todas, e é fundamental usá-las com sabedoria. As melhorias que escolher vão determinar o seu estilo de luta, sendo algumas mais defensivas e outras mais agressivas, e embora isso varie com a preferência pessoal de cada um, existem upgrades essenciais para qualquer tipo de jogador.

Upgrades e melhorias

Na minha opinião, 2 upgrades estão empatados em 1º lugar como os mais importantes: Reserva de Estrutura e Recuperação de Estrutura. A Reserva aumenta a estrutura máxima, o que permite que se possa cometa mais erros sem que a barra quebre tão rápido. Já a Recuperação possibilita, conforme discutido na dica anterior, regenerar sua estrutura aos poucos durante os desvios com L1 + analógico. Com exceção de uma, cada melhoria tem 3 níveis, então, para maximizar seu efeito seria necessário rezar em 3 altares, mas se você quiser diversificar suas opções, dois pontos nelas já são suficientes.

Outras 2 melhorias essenciais são a Durabilidade de Armas e Proficiência de Arma, e para essas recomendo gastar os 3 pontos para o máximo de eficiência. Em cada fase você encontra diversos objetos que podem ser utilizados como armas, desde garrafas, pedaços de madeira e canos, até facas, cutelos, bastões e tacos de baseball, e, mesmo sem upgrades qualquer arma, que dure mais de um golpe, é letal para a estrutura dos inimigos.

Com essas duas melhorias no máximo, algumas fases como O Clube e o Museu ficam bem mais fáceis. A Durabilidade é auto-explicativa, e a Proficiência aumenta o dano que as armas causam na estrutura dos inimigos. Mas fique esperto, alguns upgrades só podem ser adquiridos em situações específicas. A melhoria de Durabilidade, por exemplo, só está disponível enquanto o jogador tiver até 25 anos, já a Proficiência depende do XP acumulado (essa é fácil), enquanto a Recuperação de Estrutura depende da pontuação obtida naquela fase específica.

Sifu Fase do Museu

Outro detalhe interessante em relação as armas: é possível “reservá-las” para abater inimigos mais fortes. O jogo te ensina a arremessar as armas com R1, mas isso faz com que elas quebrem com um ou dois lançamentos.

O que não te ensina é que você pode largá-las no chão segurando R1. Dessa forma ela fica intacta até que o jogador a pegue novamente. E não tem problema se um inimigo pegar ela no chão antes de você, visto que ela não desgasta quando é usada por eles, então basta recuperá-la.

Saúde ao Abater é uma melhoria ótima quando você está iniciando sua jornada em Sifu e aprendendo o layout das fases. Essa mecânica permite recuperar um pouco mais de saúde a cada inimigo finalizado (triângulo + círculo). Mas como a prioridade é alocar esses pontos nos upgrades de arma e estrutura, só opte por esse upgrade até estar seguro das suas habilidades.


4. Desbloqueie habilidades permanentes

Além das melhorias apresentadas na dica anterior, existe uma Árvore de Habilidades onde o jogador pode debloquear golpes e novos combos.

O detalhe é que as habilidades da árvore são divididas em níveis, e para desbloqueá-las permanentemente você precisa adquirir todos os níveis dela. Você pode usá-las assim que comprar o primeiro nível, e não existe diferença entre o dano de uma melhoria de nível 1 e uma de nível 5, mas caso você morra definitivamente, por exemplo, com uma melhoria de nível 3, essa habilidade precisará ser adquirida de novo. Já após chegar no nível máximo, mesmo que você seja premiado com um game over na sequencia, o ataque vai estar liberado desde o início da próxima jogada.


5. Compre o Foco de Rasteira Forte primeiro

O primeiro golpe que recomendo adquirir da Árvore de Habilidades é Foco de Rasteira Forte.

Foco de Rasteira Forte

Qualquer ação defensiva ou ofensiva carrega um medidor, chamado Foco, que permite utilizar uma ataque especial (botão L2). Durante esses momentos o tempo desacelera e é possível escolher a parte do corpo em que ele será aplicado. Esse tipo de golpe deixa qualquer inimigo vulnerável por alguns segundos, permitindo que você desça o cacete neles com mais tranquilidade.

E, dentre os ataques de Foco, o da rasteira é o melhor, porque além de derrubar, ele faz com que eles larguem qualquer arma que estiverem usando (e você pode pegá-las). Isso também vale para Mini-Chefes e Chefes, que ficam abertos a ataques no solo, e a um ou dois golpes quando se levantam.

Adicionalmente, você pode alocar, se possível, dois pontos nos altares no upgrade Reserva de Foco para ter 2 barras disponíveis.


6. Outras habilidades essenciais

O Chute Deslizante funciona de forma similar ao Foco de Rasteira Forte, já que ele também derruba inimigos com uma rasteira. A diferença é que apesar da vantagem dele não fazer uso do medidor de foco, ele tem o demérito de poder ser defendido por inimigos mais fortes ou com estrutura intacta. Contudo, para controle de multidões correr e apertar triângulo vai salvar sua vida em diversas situações, então recomendo comprá-lo o mais rápido possível.

Finalização no chão

Os combos de são relativamente simples, mas na hora do sufoco talvez seja um pouco complicado realizar alguns que exigem uma sequência maior de golpes enquanto bloqueia e desvia ao mesmo tempo. Um ataque relativamente simples é o Punho Carregado, que envolve segurar o triângulo por 1 ou 2 segundos e soltar o botão na sequência. Isso aplica um ataque que causa um dano muito bom na estrutura de qualquer inimigo, e se o jogador estiver segurando uma arma perfurante é possível matar um inimigo desprevenido imediatamente. Uma estratégia muito eficiente para derrotar alguns Mini-Chefes enquanto eles discursam o plano maligno deles.

O Controle de Ambiente é outra habilidade que você precisa desbloquear o quanto antes. Eu neglicenciei ela durante muito tempo, mas depois que usei a primeira vez não consegui não dar prioridade para ela até desbloquear de forma definitiva. Com ela é possível chutar objetos dos cenários nos inimigos, e isso, além de ser lindo de assistir, causa um dano considerável em suas estruturas. Dependendo do objeto, ele pode até mesmo derrubar o adversário, deixando-o vulnerável a golpes no chão.


7. Provoque para manter seu multiplicador alto

Um sistema que é fácil de neglicenciar em , principalmente quando ainda estamos sofrendo para nos manter vivo, é o multiplicador de combos.

Derrotar inimigos em sequência, desviar na hora certa e conseguir aparar golpes aumentam seu multiplicador em até 5 vezes, o que significa que cada inimigo derrotado pode resultar em 5 vezes mais experiência comparadas ao contador zerado. E como algumas melhorias são travadas por pontuação, como a Recuperação de Estrutura, tentar manter esse contador próximo ao máximo é ideal para se ter mais opções nos altares.

Um upgrade incrível, mas que depende do jogador ser praticamente perfeito na fase é o Impacto de Aparar. E embora, essa seja uma melhoria que apenas jogadores mais avançados vão conseguir comprar, sempre que possível tente desbloqueá-la. Ela faz com que cada parry aumente o dano na estrutura do inimigo, o que é extremamente útil no último Chefe.

Mas existe uma maneira muito simples de aumentar artificialmente esse multiplicador: provocando os inimigos com o direcional direito do D-Pad.

Provocações em Sifu

Chegou em um grupo de inimigos com o contador zerado? Segure L1 para se defender de um possível ataque e aperte para direita no controle. Pronto, seu multiplicador vai subir para 2x. Inimigo atacou? Repita o procedimento até chegar em 5x. Agora com o multiplicador cheio, cada capanga derrotado contará 5 vezes na sua pontuação. Faça isso sistematicamente e você quase nunca vai chegar nos altares com XP faltando.


8. Explore as fases e as revisite

Observar os cenários para localizar armas, entender o posicionamento de inimigos e encontrar os atalhos é vital para conseguir se manter jovem em . Mas, fique tranquilo, é normal que você não consiga terminar o game nas primeiras tentativas.

Contudo, elas servirão não só para seu aprendizado como para acumular XP usado para desbloquear habilidades de forma permanente, desde que você faça as melhorias antes de morrer de verdade. Além disso essa passagem pelas fases possibilitará que em próximas jogadas você possa utilizar itens encontrados nos finais de cada fase, como chaves e cartões de acesso, que desbloqueiam atalhos no início delas.

Mural Sifu

Por exemplo, seguindo o caminho principal (e longo) na fase do Museu você vai enfrentar duas Mini-Chefes antes da Chefe principal. Derrotando-as o jogador obtêm o cartão que libera o elevador, desbloqueando assim um atalho que permite pular toda a fase e ir direto para a Chefe da área, praticamente.

Você pode conferir o que já desbloqueou no seu Mural.


9. Algumas batalhas podem ser evitadas

Embora a tendência seja tratar todos como inimigos, algumas batalhas podem ser evitadas e alguns NPCs podem até te dar informações úteis da localização de itens importantes. Isso é particularmente útil para não chegar com menos vida, ou mesmo com algumas mortes na conta antes dos Desafios da fase do Clube, por exemplo.

Então antes de sair batendo, estude o ambiente. Se ninguém te atacar, provavelmente você vai poder passar em paz.


10. Use a verticalidade dos cenários ao seu favor

Os cenários de tem pontos mais elevados como plataformas, escadas, lutas em diferentes andares, e é possível usar isso ao seu favor para acabar com lutas rapidamente.

O dano de queda mata instantaneamente todos os inimigos que você conseguir arremessar dessas estruturas utilizando o comando de empurrar (quadrado + xis). E para empurrar basta causar dano suficiente em suas estruturas ou aparar um ataque de forma perfeita.

Verticalidade em Sifu


Dica motivacional: Não desista, teste outras abordagens

Sifu é um título muito desafiador, e muitas vezes ele me cobrou muito mais do que eu achava que conseguiria. Mas dominar seu combate é uma sensação incrível.

Na minha primeira jogada não consegui terminar a primeira fase, e isso me preocupou. Na segunda fui melhor e cheguei até metade da segunda área antes de morrer de verdade. Em pouco tempo eu já estava chegando no final da fase quatro e, finalmente, consegui terminar o jogo algumas vezes, primeiro quase no limite, com 74 anos, depois com 46, com 43, e agora estou tentando finalizar com até 25 anos para conquistar o último troféu que falta para a platina do game.

Mas só consegui isso porque fui testando novos golpes, outros upgrades, vendo o que funcionaria para o meu estilo e o que não, e voltando a repetir a dica número 1, ficando calmo durante as lutas. O game não recompensa o jogador que o trata como um beat ’em up comum, ou mesmo como um hack and slash, e esmagar botão só vai te trazer frustração.

E mesmo frustrado, emputecido, uma besta enjaulada com ódio, não abandone o game. Dê uma pausa. Respire. Vá fazer outra coisa se for o caso. Porque quando voltar, já de cabeça mais fresca, as coisas começarão a se encaixar, e você se tornará água, meu amigo. Você se transformará em um mestre do Kung Fu.

Luta Final em Sifu

A assessoria de imprensa do game gentilmente nos cedeu uma cópia do jogo para a produção deste texto. Sifu está disponível para PlayStation 4, PlayStation 5 e computadores através da Epic Games Store.

Papai Platina
(Pouco) conhecido como Willian. Marido, pai de três filhos maravilhosos, fã de Stephen King, filmes toscos e trophy hunter nas horas vagas. No Twitter como @papaiplatina e willianmarques na PSN.