7 personagens negros em jogos de franquias famosas

Apesar das pautas de diversidade estarem ganhando cada vez mais atenção, ainda vemos poucos personagens negros nos jogos, por isso separamos uma lista com 7 personagens negros em franquias famosas.

Que a indústria dos games é infestada de muito preconceito e racismo não é novidade para ninguém (infelizmente), nessa lista decidimos trazer alguns dos principais personagens negros que apesar disso ganharam o coração dos gamers com todo seu carisma e personalidade.

CJ (: San Andreas)

Carl Johnson ou CJ para praticamente a maioria dos fãs de GTA, é o protagonista de um dos jogos da série GTA mais aclamados, pois o seu jeito gangster foi muito marcante por não levar desaforo para casa e muitas de suas frases que no futuro virariam memes como a famosa “I got a gun” (Agaragã). GTA por ser muito divertido e com missões desafiantes ajudou também para o personagem ficar marcado na história, isso sem contar é claro os cheats de coisas exuberantes para se usar no mapa.

Tempestade (Marvel Vs )

“Typhoon!”, quem não lembra desse golpe ecoando nas máquinas de fliperama? Tempestade é protagonista de vários jogos que envolvam os X-Men, nesse crossover os mutantes enfrentavam os lutadores da série Street Fighter, mas ela já participou em outros crossovers pra dar porrada em gente diferente também, como em Marvel Vs 2 e 3. Tempestade também já apareceu em outros jogos da série X-Men, por ser parte da formação inicial é uma mutante de nível ômega (os mais fortes entre os mutantes) e toda essa força pode ser vista nesses jogos de lutas já que ela é uma personagem bem “apelativa” nos combos por ter magias que atacam de longe e também por poder voar no cenário.

Adam Hunter (Streets of Rage)

Streets of Rage é um jogo que conta a história de 3 personagens com algo em comum: Combater o crime organizado. Adam, um dos protagonistas é um ex boxeador que entrou na polícia como detetive e os outros protagonistas também fazem parte da força , mas ao final do primeiro jogo Adam acaba continuando na polícia enquanto os outros 2 seguiram rumos diferentes. Adam volta como protagonista também em Streets of Rage 2 mas dessa vez no papel de refém, quando o Mister X (vilão do primeiro jogo) sequestra Adam, cabe a Axel e Blaze voltarem a ativa para resgatar seu amigo.

Barret Wallace ()

Barret Wallace é um personagem jogável em VII e também está presente na versão remake de 2020. Líder de um grupo eco terrorista chamado Avalanche, que tenta impedir que a Shinra use Mako, o planeta da fonte de vida de Gaia, como uma forma de energia.

Barret bravamente por sua causa e se importa muito com seus aliados. A causa de seu grupo de começo parece benevolente para o planeta, mas não passa de uma máscara para uma vingança pessoal na qual é obrigado a aceitar mais tarde no decorrer do jogo. Por mais que suas atitudes em alguns momentos sejam soem violentas, o personagem possui um bom coração e não mede esforços para cuidar de sua filha Marlene. Munido de um braço acoplado de uma metralhadora Barret vira um grande aliado de Cloud e seus ataques de limit break consistem em grandes ataques físicos com sua arma.

(Street Fighter II)

Primeiramente uma curiosidade na versão japonesa de Street Fighter o personagem se chama M.Bison, Vega se chama Balrog e Bison virou Vega. Agora voltando ao personagem, ele é um boxeador que caiu em desgraça e acabou entrando para a organização Shadaloo, vestindo sua clássica roupa azul o personagem é uma espécie de homenagem a Mike Tyson. Sua primeira aparição foi em Street Fighter 2 como um dos chefões do jogo ao lado de Sagat, Vega e Bison. Foi no Street Fighter 2: Champion Edition que Balrog se tornou um personagem jogável, com uma mecânica bem diferente dos outros lutadores da série pois ele não usa nenhum golpe com os pés, os botões que seriam usados para o chute viram golpes baixos e seus ultra combos também se concentram somente em descer a porrada nos oponentes.

Jason “Jax” Briggs (Mortal Kombat 2)

Cronologicamente sua primeira aparição foi em Mortal Kombat Special Forces (PS1) no qual ele procura impedir Kano e a organização Black Dragon de roubarem um artefato que pode abrir portais entre outros reinos. Sua primeira aparição real foi em Mortal Kombat 2 procurando sua parceira das forças especiais Sonya Blade que estava desaparecida em Outworld em uma busca de prender Kano, por mais que tenha resgatado sua parceira, Kano consegue escapar. Sua participação na série foi crucial desde o começo da série e faz parte da lore até hoje nunca sendo deixado de lado nos jogos. Em 2011, quando saiu Mortal Kombat “9” sua história teve uma origem diferente e seus braços mecânicos são implantados após perder uma luta contra Ermac e ter seus braços arrancados. Também já teve uma versão adaptada para outras mídias como o desenho animado do Mortal Kombat, um curta metragem em 2010 e também na série online Mortal Kombat: Legacy.

Eddy Gordo ( 3)

Com certeza um dos personagens mais “apelões” e chatos de se jogar contra da série Tekken, Eddy era apenas um jovem trabalhador Brasileiro que chegou um dia em sua casa e se deparou com seu pai morrendo. Acabou fazendo parte de um plano maior e não resistiu em ser incriminado pelo crime de uma organização. Na cadeia viu um homem lutando capoeira e então durante 8 anos, praticou e se tornou um mestre na arte, após a liberdade da prisão ele ficou sabendo do Torneio Punho de Ferro. Após um assassino ter sido enviado para matar Eddy, ele consegue derrotar e interrogar o inimigo para saber quem matou seu pai e acaba descobrindo que Kazuya Mishima estava envolvido. Com o andar da história dos outros jogos acabamos descobrindo também que Eddy foi mestre de Christie Monteiro, personagem que acaba entrando no próximo Torneio atrás de seu mestre.

Andrey Mota
Batizado pelo Mega Drive, desenhista nas horas vagas e todo dia um rage diferente.