Análise Let’s Sing Queen (PlayStation 4)

Let’s Sing Queen e um jogo / karaokê que nos oferece a chance única de estar no lugar do lendário multi instrumentista, compositor e cantor, Freddie Mercury.

queen_cover

Um dos maiores nomes da música do século passado agora pode contar com o seu reforço para cantar a plenos pulmões. Let’s Sing , desenvolvido pela Voxler e publicado no pela Silver reúne 30 faixas das mais icônicas às mais discretas da carreira da banda e convoca você, jogador para empunhar o que seguramente é um dos microfones mais difíceis de se segurar para fazer as vezes do ícone em frente à televisão. Mas e aí, funciona?

Under Pressure

Let’s Sing começa com um menu bonito que te permite ir direto ao ponto que é cantar. Apesar de imaginar que esse menu poderia ser temático com imagens e referências à banda, ele funciona apenas como um painel seletor dos modos de jogo: Classic – cantam você e até 4 amigos, feat. – um dueto em que cada jogador canta um trecho -, Mixtape – coloca trechos de até 5 faixas em sequência para ser cantado e World Contest, o multiplayer online em que disputamos a maior pontuação.

queen_classic_menu
Seria legal se a banda fosse mostrada nesse menu.

Desses modos, o que minha esposa e eu mais experimentamos foi o clássico já que ele é suficiente para cantarmos as canções em sequência, embora haja uma tela que exibe as pontuações alcançadas e itens desbloqueados. Uma pena que isso aconteça após todas as músicas e que não haja uma maneira de escolher pelo menos mais uma faixa adicional para tocar logo em seguida, uma aparente mostra da limitação do 4, nesse caso, que teria que carregar a canção, os vídeos do fundo e os assets e dispositivos do karaokê muito mais rápido para que isso fosse possível.

Durante a execução das canções, existem diferentes maneiras de colocar a nossa voz no jogo sendo elas, um fone de ouvido no DualShock 4, um microfone USB conectado ao console e a mais inventiva, um aplicativo para celular disponível nas lojas online do e AppStore. Quando você escolhe uma canção, na tela de adição de jogadores, dá pra digitar um código no aplicativo e ser adicionado à sessão de cantoria, e tem um detalhe divertido: sempre que você entrar nessa tela, precisará ativar seu controle/celular/microfone mas em vez de ser apertando X ou Options, será com a sua voz 😄.

queen_jogo_karaoke
“Nós somos os campeões, meus amigos”

Na hora de cantar, temos a opção de ouvir nossa voz no jogo e apesar de parecer uma ótima ideia, infelizmente a voz demora um pouco para sair na música e fica um pouco deslocada no tempo, detalhe que certamente pode ser resolvido com microfones e cabos com menor latência mas em todo caso, cantar não é algo que se faça discretamente, então mesmo eliminando essa saída da voz, você irá se escutar nos bons e nos maus momentos.

Algumas faixas são um pouco difíceis de acompanhar porque em certos momentos o jogo nos pede pra cantar a voz principal e o coro dos outros músicos. Algo muito simples em We Are The Champions mas bastante atrapalhado em faixas como Under Pressure e Somebody To Love, por exemplo, mas isso nem chega perto de estragar a experiência de cantá-las.

queen_perfil_jogador
Aqui ficam exibidos os seus recordes e nível desbloqueado.

Play the Game

Apesar de os menus (na verdade é o tempo de carregamento das “fases”) do jogo interromperem a cantoria, o saldo é e seria positivo de qualquer maneira. A estrela do jogo é a banda britânica e as canções do dispensam elogio. Poder cantar com amigos / esposa / marido aqueles clássicos com toda empolgação e drama que as canções merecem é um deleite capaz de espantar qualquer mau humor e melhorar qualquer dia ruim.

Algumas ausências infelizmente chamam atenção como Love of My Life ou I’m In Love With My Car mas John, Roger, Brian e Freddie deixaram um legado tão precioso que sobram músicas incríveis pra cantar nesse jogo que é uma ótima forma de convidar pessoas que não sejam tão ligadas em videogames para este mundo eletrônico que gostamos tanto.

queen_game_vitoria
Uma das raras vezes em que eu ganhei da minha esposa.

A análise de Let’s Sing Queen foi feita graças a uma cópia de digital gentilmente cedida pela assessoria de imprensa do jogo.


Nós do Conversa de Sofá acreditamos que o videogames são uma mídia poderosa e revolucionária e que somos muito privilegiados em poder ter acesso a essas obras desenvolvidas por pessoas talentosas do mundo todo. Por isso, nesta época em que somos ameaçados pelo Covid-19, fique em casa e aproveite a oportunidade para jogar muito. Ficando em casa você não só pode apreciar os melhores jogos como também pode contribuir para que possamos voltar à nossa rotina o mais rápido possível, além de salvar vidas.

Diego Matias
Além dos reviews, escrevo no Riffs & Solos e faço vídeos com meu irmão no canal SuperContra. Passa lá!