Análise Monster Energy Supercross – The Official Videogame 6 (Xbox)

Acrobacia, velocidade, lama e muitos tombos é o que te espera em Monster Energy Supercross – The Official Videogame 6.

Se você gosta de moto, lama e corridas insanas, – The Official Videogame 6 pode ser o que você estava procurando.

Pois isso é bem a síntese do jogo, além de umas poucas pitadas de progressão e um modo carreira interessante. Nessa sexta edição a franquia se consolida como uma das mais importantes do estilo, trazendo pistas, eventos e corredores oficiais.

A Milestone, desenvolvedora do game, escolhei um meio termo entre simulação e arcade que exige um certo grau de sobre a física do jogo mas sem excluir todas as insanidades que podem ocorrer em um jogo desse estilo. Aliás, a modalidade oficial já é um tanto caótica para quem não está acostumado.

Preparando pro salto

Em Monster Energy Supercross 6 você pode jogar campeonatos ou corridas oficiais em modo para um ou vários jogadores. Mas acredito que ele atinge o seu ápice no modo carreira, que apesar de não ser inovador é bem feito e consegue passar um ar de evolução para o competidor.

A gameplay do jogo é bem caótica. São 22 pilotos largando lado a lado, fazendo as primeiras curvas quase ao mesmo tempo e, como vocês podem imaginar, causando várias colisões e muita bagunça na tela. Após um tempo de corrida é possível se distanciar do pelotão, mas você dificilmente estará sozinho. É possível “voltar no tempo” como nos jogos da série Forza e acredite, você irá usar bastante o recurso pois as vezes é quase impossível permanecer na pista.

A forma de controlar a moto pode ser difícil para muitos players, além do tradicional direcional, você precisa controlar o peso do piloto e isso influi bastante no comportamento do veículo, Eu demorei umas boas corridas para pegar a mão e ainda sinto que preciso melhorar muito para competir em um nível mais alto.

No modo carreira existe um sistema de progressão. É possível melhorar suas habilidades correndo e executando manobras ou praticando em pistas de treinamento. Já nos outros modos você pode escolher pilotos com habilidades pré definidas.

Visivelmente o jogo não impressiona. As motos são bacanas, os personagens até tem uma modelagem legal mas os rostos não me parecem próximos de pessoas reais. Já as pistas, até apresentam variações do material, iluminação e até chuva, mas sempre com uma cara de mais do mesmo que não chega a atrapalhar já que é um game de motocross. A parte sonora também não se destaca, depois de algumas horas só os apaixonados por motocicletas que ainda irão se deleitar. Embora a trilha sonora dos menus seja muito competente.

Recomendo para fãs da modalidade e para quem curte jogos caóticos e com algum nível de dificuldade. É possível diminuir a dificuldade e principalmente o nível da inteligência artificial dos adversários o que me pareceu insatisfatório. Não tive oportunidade de testar os modos de vários jogadores, mas tenho a impressão que com amigos deve ser ainda mais divertido. Inclusive o jogo conta com multiplayer local com tela dividida que atualmente é bem raro.


Jogamos Monster Energy Supercross – The Official Videogame 6 com uma cópia fornecida pela desenvolvedora do jogo em um . Também disponível também para One, , PC, PS4 e .