Flávio Ricardo

Software developer, 30 anos, já trabalhou como social media, atualmente faz de tudo um pouco no Conversa de Sofá e escreve sobre eSports no Arkade!

Cheguei ao fim de Battlefield 4, e agora Recker?

Dunn, Recker, Pac e Irish são membros do esquadrão Lápide, o game se passa no ano de 2020, Estados Unidos e Russia encontram-se em guerra novamente e a China está no meio (leia-se, “tacando o terror” dos dois lados) desse conflito. Seu esquadrão deve executar missões afim de impedir uma derrota iminente a nação americana. Basicamente esse é o desfecho da campanha de Battlefield 4, que após finalizada, deixa aquele gostinho de “quero mais”.

Fireburst – carros em chamas e cenários paradisíacos

Imagine um futuro um pouco pós-apocalíptico, as armas viraram veículos modificados, e para sobreviver você deve correr e derrotar seus inimigos em uma corrida de vida ou morte. Imaginou? Pois é, Fireburst não tem nada disso. Mas não se assuste, você provavelmente já viu esse roteiro em algum filme de “ação”. Em Fireburst basta entender uma coisa: cuidado com o fogo.

O melhor jogo acontece no sofá de casa!

Sabe aquelas longas tardes que a gente passa com uma turma de amigos, disputando frenéticamente partidas de Mortal Kombat 9 ou fazendo um “mini campeonato mundial” de FIFA 13? Quem nunca teve diversos momentos assim, jogando muita conversa fora e se divertindo. Essa é a ideia do Conversa de Sofá, trazer os melhores games numa conversa descontraída e divertida.