DOOM

Análise: DOOM Eternal (PS4)

Quinto título de uma das franquias de jogos de tiro em primeira pessoa mais famosas de todos os tempos DOOM Eternal traz uma excelente combinação entre jogabilidade, gráficos impecáveis e uma trilha sonora fantástica.

Análise STRAFE

Quake. DOOM. E uma trilha sonora frenética. Esses foram os ingredientes escolhidos para criar o FPS perfeito. Mas o Professor Pixel Titans, propositalmente, acrescentou um ingrediente extra na mistura. O elemento roguelike. E assim nasceu STRAFE! Com sua ULTRA, SUPER, nostalgia. Vai nos trazer diversão e frustração!

STRAFE te coloca na pele de um mercenário espacial, com o objetivo de coletar sucata em naves e locais inóspitos da galáxia. Para lhe ajudar nesta coleta, lhe é oferecido a escolha entre três armas: ESCOPETA, RIFLE-AUTOMÁTICO ou ARMA DE PLASMA. Pense bem antes de escolher, pois esta será a única arma recarregável do jogo, as outras que você encontra durante as fases tem um limite de um pente até se tornarem porretes.

A arma principal ainda conta com um tiro secundário, que gasta mais munição, e com a possibilidade de ser melhorada através de máquinas encontradas nas fases do jogo, podendo a deixar com um tiro mais forte, com um novo tiro secundário ou com um pente de munição maior. O problema é que você não tem a opção de escolher qual tipo de melhoria deseja, é tudo aleatório. Assim como as fases do jogo.

Por ser um roguelike, as fases de STRAFE são geradas aleatoriamente. Utilizando um sistema de módulos que se encaixam para criar o trajeto completo de cada fase. Esse sistema funciona baseado nas suas mortes dentro do jogo. Cada vez que você morre, é jogado novamente para a escolha de armas e a fase por qual acabou de passar, é gerada do zero mais uma vez. Fazendo assim, com que você não tenha como “memorizar” onde estarão os inimigos e nem a rota mais rápida até o fim da fase. Tornando STRAFE num jogo que se baseia 100% nas suas habilidades motoras, exigindo muito reflexo e pensamento rápido para se adaptar as situações aleatórias que o jogo lhe apresenta, seja o tipo de arma que você está usando ou a quantidade e tipo de inimigos que lhe atacam. Mas essa aleatoriedade acaba cansando com o passar do tempo.

Apesar dos layouts das fases mudarem, as suas aparências permanecem as mesmas, e nem mesmo os estilizados gráficos do jogo, ajudam na hora de passar por “345” corredores diferentes que tiveram o mesmo decorador. Cada fase apresenta três “andares” que compartilham do mesmo estilo visual, mas por o jogo apresentar um dificuldade alta e um sistema que “reseta” a cada morte sua, você vai ficar algumas boas horas “preso” nos três primeiros andares de STRAFE.

Durante as fases você tem a possibilidade de conseguir duas peças para consertar um teletransportador que leva direto da escolha das armas até o início de cada fase. Mas a aleatoriedade das fases torna encontrar estas peças um trabalho muito difícil. Isso faz com que a frustração de morrer em uma das fases mais avançadas do jogo se torne muito maior, pois terá de passar por tudo mais uma vez para chegar até ali mais uma vez.

Pelo menos toda essa frustração é acompanhada de uma frenética trilha sonora, que combina perfeitamente com o movimento acelerado do jogo. Os gráficos não ficam atrás e são estilizados o suficiente para se encaixarem perfeitamente naquela categoria de “bonitinha mas ordinária”.

Num geral STRAFE é um ÓTIMO FPS, mas um roguelike fraco. Apresentando um gameplay frenético e satisfatório, mas poucas recompensas que o incentivem a jogá-lo por muitas horas seguidas, sendo muito mais um jogo para se apreciar em curtas doses.

STRAFE foi lançado no PC e PlayStation 4. Análise feita a partir de uma cópia da versão PC cedida pela assessoria de imprensa da Devolver Digital.

Fallout 4, Doom e Skyrim estão com 50% de desconto na Steam

A Bethesda está dando desconto de 50% para seus jogos na Steam, então Fallout 4, Doom, Skyrim, The Evil Within, estão com o preço pela metade. A promoção vai até o dia 8 de agosto de 2016.

A onda de descontos na empresa é influencia do evento QuakeCon que ocorrerá entre o dias 4 e 7 de agosto. Confira essa página com todos os jogos da Bethesda em promoção na Steam.

O desconto de 50% é válido para jogos e também para DLCs, mas não é válido para compra antecipada, o jogo Dishonored 2, por exemplo, não recebeu nenhum tipo de desconto.

Outras excussões é a Season Pass de Fallout 4 que recebeu desconto de somente 20% e Fallout: New Vegas Ultimate Edition que recebeu 40% de desconto, o desconto menor também pode ser conferido em alguns outros pacotes e edições especiais da Bethesda.

Descontos parecidos podem ser encontrados também na loja Humble Bundle, mas diferente da Steam, você deve pagar em dólar e diferenças no preço podem ocorrer de acordo com a cotação da moeda americana.

Conheça os jogos que entraram na calçada da fama neste ano

A Calçada da Fama dos jogos ou World Video Game Hall of Fame, foi inaugurada no ano passado com os seguintes jogos: DOOM, Pong, Pac-Man, Super Mario Bros, Tetris e World of Warcraft.

Nesse ano os novos jogos adicionados à calçada já foram anunciados, são eles: GTA III, The Legend of Zelda, The Oregon Trail, The Sims, Sonic the Hedgehog e Space Invaders.

Esses jogos foram escolhidos dentre uma lista de 15 nomeados, a lista dos outros jogos que estavam nomeados para entrar neste ano, mas que não conseguiram pode ser conferida abaixo:

  • Elite
  • Final Fantasy
  • John Madden Football
  • Minecraft
  • Nürburgring
  • Pokemon Red and Green
  • Sid Meier’s Civilization
  • Street Fighter II
  • Tomb Raider

Jogos candidatos 2016

A escolha dos jogos para a Calçada da Fama é feita com base na popularidade que o jogo teve durante um período de tempo e sua influência na indústria, sociedade, cultura e em geral.

Os jogos da calçada incluem todas plataformas de jogos eletrônicos, o jogo não precisa necessariamente ser muito antigo e até jogos para dispositivos móveis podem entrar na lista.

Você acha que foi justa a entrada dos jogos mencionados? Qual jogos da lista de nomeados merecia ter entrado e qual jogo você acha que deve entrar na calçada, mas nem foi mencionado? Deixe suas opiniões na seção de comentários abaixo.

Campanha do novo Doom deve ter aproximadamente 13 horas de duração

Como de costume da série, a campanha do novo Doom, título da id Software, parece ter uma campanha com duração maior que o habitual do gênero FPS.

A confirmação veio através de um tweet da conta oficial do jogo respondendo a pergunta de um possível jogador, confira (em inglês):

No tweet em inglês em resposta a pergunta sobre a duração da campanha foi dito que o tempo vai depender da dificuldade e habilidade do jogador em cada nível, mas que os desenvolvedores levaram pouco mais de 13 horas para terminá-la.

Levando em conta que eles estariam habituados com a dificuldade e caminhos a seguir dentro do jogo, jogadores mais casuais com certeza vão levar 15 ou mais horas dentro do jogo.

Esse tempo é bem mais que a média dos demais FPS onde “numa sentada” é possível completar o jogo.

Doom será lançado no dia 14 de maio de 2016 no PC, PlayStation 4 e Xbox One.