Xbox One

“Unnamed Fiasco” é um jogo brasileiro com temática latina onde o foco é a diversão

Acho que essa é a primeira vez que escrevo um texto sobre um jogo que carrega ao pé da letra a missão proposta do blog.

Como o nome sugere, o Conversa de Sofá faz referência aqueles jogos que a gente passa toda uma tarde sábado sentado no sofá jogando com os amigos, e é sobre isso que a gente se propõe a falar aqui, entre outras coisas. Mas isso é claro, você já sabe, até porque está na nossa página sobre (se não sabia, a deixa foi dada).

“Confeccionado” em Niterói, o jogo em questão é Unnamed Fiasco. Mais um jogo brasileiro, gerado em terras tupiniquins ele segue a premissa de trazer diversão acima de tudo.

Unnamed Fiasco é um jogo de plataforma 2D com multiplayer local, ou seja, nada de passar a madrugada trancado no seu quarto com a luz apagada jogando escondido da sua mãe, mulher ou namorada, a ideia aqui é juntar uma galera e se divertir.

Não há como não comparar Unnamed Fiasco com o jogo TowerFall Ascension, na verdade acho que isso até facilita um pouco a quem já conhece TowerFall, a entender a proposta de Unnamed Fiasco.

Sim, tem um bebê "luchador" nessa imagem
Sim, tem um bebê “luchador” nessa imagem

No jogo somos colocados numa arena bidimensional com outros jogadores e temos como objetivo coletar artefatos que destravam armas com poderes diferentes dependendo do item coletado. Cada arma tem suas vantagens e desvantagens, mas o objetivo é um só: derrotar os outros jogadores.

Para deixar a coisa ainda mais maluca e legal, de tempos em tempos, o cenário entra no modo Minute Madness, que bom, é de fato um minuto de loucura. Modificadores são ativados trazendo as mais diversas mudanças, como balas ricocheteando, gravidade zero, liberando o uso de jetpacks entre outros.

A cada vez que um personagem “morre”, uma cópia de si mesmo é lançada no cenário e repete exatamente os seus movimentos na última rodada, te ajudando a derrotar os inimigos ainda vivos. A coisa começa a ficar louca quando os jogadores morrem muitas vezes e várias cópias aparecem ao mesmo tempo no cenário.

É claro, eu já ia esquecendo, Unnamed Fiasco tem toda uma temática latina, com personagens “bigodudos”, usando roupas típicas do México e sombreiros. Não se assuste ao ver algumas senhoras de bigode também.

Parece Machu Picchu, mas é um dos cenários de Unnamed Fiasco
Parece Machu Picchu, mas é um dos cenários de Unnamed Fiasco

O jogo teve seu primeiro protótipo criado em 2014 e hoje promete versões para PC (Windows, Linux e Mac) através do Steam e também Xbox One, Unnamed Fiasco teve inclusive seu trailer exibido durante a última E3, na seção de indies da Microsoft.

Mais informações sobre Unnamed Fiasco você encontra no site do jogo.

Hoje à noite às 22h de Brasília, faremos uma edição especial do Gamercast onde entrevistaremos Diego Barbosa, um dos desenvolvedores de Unnamed Fiasco, assine nosso canal no Youtube para ser avisado.

Análise Batman: Arkham Knight

Um novo inimigo, uma Gotham ainda maior e um batmóvel a nossa disposição. Batman: Arkham Knight é o melhor jogo da série pois une todos os elementos que deram certo nos outros jogos e os maximiza neste capítulo final do morcego.