Análise The Crew Motorfest (PS5)

The Crew Motorfest é divertido, possui bons gráficos, mas peca na originalidade quando tenta abraçar tudo ao mesmo tempo.

Vamos começar essa análise confessando que joguei mais o The Crew lançado em dezembro de 2014, e talvez umas 4 ou 5 horas no máximo de , visto que o era meu console principal, eu tinha como opções de jogos de corrida o Horizon para o mundo aberto e o Forza Mororsport para circuitos fechados, o que fez com que eu não experimentasse a sequencia do game de corrida da .

E enquanto saiam alguns jogos da Franquia Need For Speed e nenhum deles me agradaram, nem mesmo o Need For Speed de 2015 que é muito semelhante ao Underground (um dos meus games de corrida favoritos), não foram capazes de me prender por horas e o que eu via era a franquia da se afundando cada vez mais.

Agora tive a oportunidade de jogar a o mais novo lançamento da Ubisoft, fica a pergunta. Será que o The Crew Motorfest o levará a ser o melhor jogo de corrida arcade de mundo aberto disponível atualmente? Vamos descobrir nesta análise !

Configuração e gráficos

Se existe algo que percebemos logo na introdução de The Crew Motorfest, é que ele foi amplamente planejado em ser uma game para usuários que possuem o PlayStation como sua única plataforma de games, e que sentem a necessidade de um jogo semelhante a franquia Forza Horizon, o momento é agora !

O game possui um escopo e vibe muito semelhante ao que vimos na Franquia Forza Horizon e se passa em Oahu, no Havaí, e jogamos com um piloto no qual podemos criar da maneira que desejarmos, enquanto ele corre até o topo do Motorfest, um festival sobre corridas e cultura automobilística em geral, algo que já cansamos de ver na franquia Forza Horizon.

Em termos de gráficos não tive o que reclamar. Os efeitos de iluminação são muito bem feitos e os detalhes do mundo são satisfatórios. Mas no conjunto da obra são os carros que roubam a cena, pois cada veículo é cuidadosamente elaborado.

Senti que o mapa do game que se passa em Oahu parece minúscula. Uma corrida que percorreu toda a ilha demorou cerca de 15 a 18 minutos, mas não vejo de uma forma ruim, visto que isso pode dar a equipe de desenvolvedores uma chance de adicionar mais detalhes ao mundo, onde pouco pode ser mais.

Oahu parece exuberante e detalhada com selvas, praias e até uma montanha. Isso oferece muitas oportunidades para corridas off-road e corridas de rua.

Fazendo uma comparação direta com o jogo anterior da Franquia, notei que em The Crew Motorfest não possui pedestres na cidade e mesmo que as animações e IA dos personagens eram bastante básicas no meu ponto de vista, davam uma sensação mais “viva”. Em vez disso, o Motorfest parece ter optado em mostrar outros pilotos de IA correndo como se estivessem em seu próprio evento quando estamos jogando no modo free.

A ideia é interessante, mas pode nos dar alguns sustos e até mesmo distrair quando estamos dirigindo e de repente diversos carros surgem em sua direção. A única vantagem, é que eles aparecem como carros e não haverá uma possível batida, mas de qualquer forma, eu desviava instintivamente quando algum carro via em minha direção, daí fica a questão de jogar e se adaptar.

Como mencionado anteriormente, o modo história principal do The Crew Motorfest é contado por meio de Playlists. Trata-se de um conjunto de eventos selecionados com base em uma parte específica da cultura automobilística. Isso inclui tudo, desde o cenário de importação japonês, American Muscle, Porsche 911 e muito mais. Até mesmo os influenciadores modernos são levados em consideração, com Supercar Blondie e Donut Media tendo suas próprias listas de reprodução.

Se você é um pouco louco por carros, vai adorar essas playlists. Eles apresentam cenas de ação ao vivo com pessoas importantes, ao mesmo tempo que permitem que os jogadores controlem diferentes carros relacionados às suas respectivas listas de reprodução. Isso permite que os jogadores experimentem carros diferentes sem o incômodo de ter que esperar para subir de nível ou ganhar dinheiro suficiente no jogo para experimentar veículos mais rápidos.

Há um problema aqui também. Com as Playlists, você recebe um veículo para dirigir. Portanto, isso dilui a escolha de um veículo inicial ou até mesmo a compra de um veículo novo, pois você só precisa de um veículo para viajar de uma playlist para outra. Acho que os desenvolvedores deveriam ter misturado corridas padrão para dar aos jogadores um motivo melhor para personalizar e pilotar seus próprios carros.

A dinâmica no controle dos carros é bem confortável de se jogar, os carros agora têm mais peso e os solavancos parecem um pouco mais “reais”. Outro detalhe interessante e que vale ser mencionado são as funções do Controle , eu sentia as batidas, o asfalto e as trocar de marchas no gatilho de uma forma espetacular sem se tornar cansativo com o decorrer do tempo, e isso é um ponto positivo no qual a imersão é maior para aqueles que não possuem um volante, então nesse caso a tecnologia da ajuda bastante a dar um “que” a mais no quesito diversão/imersão.

A variedade de carros, motos, aviões são satisfatórios e dignos de parar em algum momento para usar o modo foto, porém mesmo diante disso tudo, eu sinto que em sua busca para vencer Forza Horizon em seu próprio jogo, os desenvolvedores meio que perderam o foco no que fez a série The Crew se destacar, ficando a sensação de “vamos abraçar mundo e fazer algo grandioso”, mas esqueceram de colocar a cereja do bolo se o intuito era superar o Forza Horizon.

Conclusão

Mesmo com suas pequenas falhas e um escopo menor do que eu imaginava, The Crew Motorfest é um título de corrida muito bom, e não há dúvidas sobre isso. Os gráficos são ótimos e os ajustes de jogabilidade o tornaram mais acessível para novos jogadores. As únicas duas coisas que podem atrapalhar é se você fizer comparações óbvias com a série Forza Horizon e seu antecessor, The Crew 2.

De uma perspectiva puramente de corrida, Forza Horizon 5 é um jogo melhor. No entanto, The Crew Motorfest oferece um pouco mais de variação quando se trata de disciplinas de corrida e o sistema Playlist é algo interessante. Se você possuí apenas o PlayStation, o Motorfest é uma ótima maneira de aliviar a coceira do mundo aberto, pois pode ser o melhor jogo de corrida de arcade de mundo aberto para eles.


A análise de The Crew Motorfest foi escrita com base em uma cópia de review gentilmente cedida pela assessoria de imprensa do game.