Análise Car Mechanic Simulator (PlayStation 4)

Que tal um jogo para relaxar, se divertir e até mesmo aprender algo novo? Parece bacana, não? Então vista o seu macacão sujo, cole o pôster da sua celebridade favorita na parede e venha prestar serviços de qualidade para toda a vizinhança em um Car Mechanic Simulator! 

Car Mechanic Simulator

Ah… os simuladores. Muito versátil, esse gênero de jogos consegue apresentar os mais variados conceitos e tecnologias aos jogadores por meio de profissões como motorista de caminhão, piloto de corrida, piloto de avião, astronauta, cirurgião e, por que não, mecânico. Em títulos como EuroTruck Simulator, Flight Simulator, e Gran Turismo, por exemplo, podemos ter contato com todas as peculiaridades de cada profissão, por mais complexa que possa parecer.

Não é diferente com Car Mechanic Simulator, onde somos convidados a encarnar Paulão da Regulagem, sujar a cara de óleo e talvez perder um ou dois dedos nas engrenagens de um motor velho. Aqui não existe nenhum mistério: logo de início já temos um carro parado na oficia, ficando a cargo do jogador descobrir quais são os problemas do veículo e, um a um, consertá-los. 

Tem radiador? Não tem radiador? Fica o mistério…

As mecânicas de gameplay são simples: devemos abrir a lista de status, entender o pedido do cliente, descobrir onde ficam cada peça e substituí-las por peças novas, compradas na internet. Embora pareça simples, o jogo exige que cada ação seja praticada dentro de um contexto próximo à realidade, de modo que, por exemplo, para trocar os pneus, é necessário retirá-los e depois de comprar pneus novos, montá-los, um a um, antes de colocar de volta no carro. Cada peça só pode ser retirada na ordem correta e, posteriormente, colocada no lugar corretamente. E é precisamente essa dinâmica de mecânicas ligeiramente intrincadas, baseadas em particularidades técnicas e física do mundo real, onde reside a mais pura e genuína diversão.

Trocar pneus não é tão simples assim.

O gameplay é leve e descompromissado, e o ritmo de jogo é imposto pelo próprio jogador que pode resolver os problemas propostos em cada carro em seu tempo, sem pressão ou penalidades pela demora (ao menos na dificuldade padrão). Todavia, o jogo exige que todos os veículos sejam consertados por completo, pois o trabalho não pode ser finalizado enquanto não estiver completo. Ou seja, nada de passar a perna nos clientes. Para exercer o nobre ofício da mecânica, temos à disposição algumas ferramentas úteis, como a análise de qualidade de cada peça (que é feita automaticamente), uma espécie de visão de raio-x para localizar avarias superficiais e outras ferramentas mais avançadas para realizar análise computadorizada do veículo. 

Aqui o olhar é treinado!

Com o tempo, ainda é possível ampliar a garagem para o conserto simultâneo de mais veículos, realizar test-drives com os carros para verificar itens como suspensão, freios e dirigibilidade e, mais à frente, “tunar” os veículos, inclusive para comprar e vendê-los, fazendo a roda do capitalismo girar a seu favor.

Mecânico também joga RPG!

Cada carro a ser consertado equivale a uma fase do jogo e à medida que vamos avançando, recebemos pontos de XP para desbloquear novas habilidades. Isso mesmo, Car Mechanic Simulator possui uma árvore de habilidades que adiciona funcionalidades como mover-se, remover e montar peças mais rapidamente e conseguir bons descontos nas lojas de peças e, a melhor parte, desbloquear ferramentas para melhor diagnóstico do problema dos carangos.

Em termos de apresentação do jogo, Car Mechanic Simulator não impressiona muito com gráficos exuberantes (joguei no PS4 Pro), mas não é um jogo feio, ainda que também não seja o mais bonito do mundo. A abordagem artística é a mais realista possível, sem nuances cartunescas. O design de som é muito bom e é competente para coloca o jogador dentro do universo de uma oficina mecânica, com efeitos sonoros de peças e ferramentas sendo utilizadas bastante verossímeis. O jogo ainda conta com uma rádio interna, onde podemos selecionar uma trilha sonora para o trabalho. Mas bom mesmo é deixar a rádio desligada e colocar nossas músicas preferidas para tocar. Nossa oficina, nossas regras, não é mesmo?

test drive car mechanic simulator
Hora do test-drive!

Se eu pudesse destacar algo que me desagradou no jogo, seriam a trilha sonora (bastante genérica), os gráficos quase bonitos (poderiam ser cartunescos, sim), a ausência de suporte ao Português Brasileiro (seria ótimo saber onde fica a “rebimboca da parafuseta”) e o tempo de carregamento do jogo, que me pareceu ligeiramente longo, mesmo no PS4 Pro. No mais, Car Mechanic Simulator é um excelente jogo para relaxar e ainda aprender um pouco sobre mecânica, afinal, pelo menos uma vez na vida teremos que trocar ao menos um pneu na vida real. Se você gosta de simuladores ou quer experimentar algo que dê zero stress, Car Mechanic Simulator é recomendadíssimo!

Metaleiro não uniformizado. Cerveja, pizza, games e viagens ocasionais.