Análise Night Call (PC)

Um taxista em busca de um assassino nas madrugadas de Paris. Este é Night Call, um romance visual noir com elementos investigativos.

Você provavelmente já teve uma conversa aleatória no Uber ou Táxi, não é mesmo? Seja conversando com o motorista, conversando com um amigo ou mesmo falando sozinho. Fato é que os motoristas sempre passam por várias situações inusitadas e este é o universo que o jogo Night Call explora, um romance visual noir com elementos investigativos.

Um taxista na noite parisiense
Um taxista na noite parisiense

Na noite de Paris

No jogo você é Houssine, um taxista que acorda de um coma e descobre que foi atacado por um assassino em série. O passageiro não teve mesma sorte e foi a terceira vítima do criminoso. Após alguns dias, Houssine volta a trabalhar e é obrigado pela polícia a colaborar nas investigações. Se ele encontrar o assassino, ganha um tapinha nas costas. Caso não encontre provas que determinem o culpado pelas mortes, seria ele mesmo o acusado.

Após ser obrigado a aceitar o acordo policial, o jogo libera um mapa onde é possível aceitar as corridas de passageiros. Existem alguns pontos de interesse com pistas sobre os assassinatos. Comprar jornal no posto de gasolina é outra forma de obter alguma informação valiosa, bem como conversar com o atendente. Entretanto, a principal forma de obter alguma prova importante é conversando com os passageiros.

Quadro de suspeitos com conexão entre as provas
Quadro de suspeitos com conexão entre as provas

Houssine sempre trabalha de madrugada. E a cada dia temos que gerir o combustível, o tempo e a conta bancária no mapa. A distância da corrida importa e passageiros suspeitos de serem o assassino são destacados no mapa. 70 passageiros estão disponíveis durante a campanha, e são mostrados de forma aleatória no mapa.

Mapa do jogo
Cada dia novas histórias para conhecer

Fala que eu te escuto

O diálogo com os passageiros é a melhor parte do jogo. As histórias no geral são bem interessantes e vão evoluindo de acordo com as vezes que você pega um passageiro. Alguns passageiros tem conexões entre si. Os temas são bem abrangentes e demonstram uma pesquisa muito grande do time desenvolvimento. Tem desde mídias sociais, homossexualidade, prostituição, terrorismo, celibato, Brexit, cosplay, bebida, Fórmula 1, e-Sports, racismo, violência policial, enfim, tem muita coisa.

Jogo trás muitos assuntos polêmicos e atuais
Jogo trás muitos assuntos polêmicos e atuais

Os assuntos são muito bem retratados e sempre colocados em um contexto interessante, que geram reflexão e empatia. Tem sempre uma quebra, falando do clima, de algum acontecimento recente. Tem quem goste de conversar, quem utilize o motorista como psicólogo. A forma de abordagem faz diferença na conversa, afinal estamos tentando encontrar qualquer informação que nos leve a um assassino.

Xingamentos são uma opção em certos momentos
Xingamentos são uma opção em certos momentos

A cada fim de dia, Houssine volta para casa, para analisar as provas. É uma parte que poderia ser melhor trabalhada pelo jogo. Não há a possibilidade de interagir com os documentos e fotos, apenas pressionar o  botão sobre a prova e ela é automaticamente adicionada ao quadro de suspeitos. E o quadro em si, não tem uma interação que impacte no resultado do jogo.

Análise investigativa não é o forte do jogo
Análise investigativa não é o forte do jogo

Night Call possui três casos para investigar. Os casos não se conectam, são histórias independentes que partem do mesmo início da história de Houssine em coma. Seria muito interessante se as investigações se complementassem e a fim de criar uma narrativa complexa em torno de Houssine.

Modo Free Roaming

Um modo de jogo livre chamado Free roaming foi lançado como atualização e é ideal para realizar conquistas. Apenas os passageiros estão disponíveis no mapa, sem a necessidade de preocupação com tempo ou combustível. Entretanto, foi onde encontrei a maior quantidade de bugs. O mapa ficava sem passageiros, travamentos constantes, o jogo fechou várias vezes e muitos dos achievements não funcionam.

Mapa sem passageiros no modo Free Roaming
Mapa sem passageiros no modo Free Roaming

Taxi!

Houssine é um protagonista carismático
Houssine é um protagonista carismático

A atmosfera e ambientação são os pontos excepcionais em Night Call, que utiliza de elementos de HQs e filmes noir para proporcionar um clima investigativo que me instigou a jogar por várias horas. Joguei cada caso umas três vezes, pelo menos. Entretanto, o jogo falha em utilizar estes elementos como forma de proporcionar uma experiência investigativa mais interativa. O que realmente interessa, é conversar com cada passageiro e ouvir ótimas histórias que despertam o interesse de saber mais e mais. E nisso Night Call é extremamente competente.

Night Call foi desenvolvido pela Monkey Moon e BlackMuffin e publicado pela Raw Fury para PS4, Xbox One, Switch e PC em julho de 2019.


Nós do Conversa de Sofá acreditamos que o videogames são uma mídia poderosa e revolucionária e que somos muito privilegiados em poder ter acesso a essas obras desenvolvidas por pessoas talentosas do mundo todo. Por isso, nesta época em que somos ameaçados pelo Covid-19, fique em casa e aproveite a oportunidade para jogar muito videogame. Ficando em casa você não só pode apreciar os melhores jogos como também pode contribuir para que possamos voltar à nossa rotina o mais rápido possível, além de salvar vidas.

João Ibarra
Índio do pantanal, nunca teve console. Começou jogando no Super Nintendo na casa de amigos. Viveu a era de ouro das Lan Houses jogando CS 1.6 e NFS Underground. Analista de Sistemas, quase Engenheiro da Computação, vendeu a alma para a Steam, é grande fã das franquias Half Life e Max Payne.