Análise Sonic Origins (PC)

Sonic Origins compila os principais jogos do ouriço mais famoso do mundo e apela para a nostalgia, mas será que esse pacote vale a pena?

Review Sonic Origins

Tenho certeza que a reação da maioria dos fãs quando ouviu sobre o lançamento de um compilado do em alta definição foi a empolgação, mas, se você um desses fãs, assim como eu, infelizmente sinto lhe informar que você quebrou a cara. Origins não é nem 50% do que Mania foi em 2017.

Eu sei que Mania foi um jogo novo, porém não custava fazerem algumas atualizações nos sprites e deixarem alguns movimentos mais fluídos, não é mesmo?

No fim, Origins, de certa forma, não passa de mais um emulador (que já existia no Genesis Collection) que compila os três principais jogos da série e o patinho feio CD.

Existem algumas melhorias, como a adição de cutscenes no começo e no fim do jogo para dar contexto para a história; também melhoraram o lag absurdo de algumas partes da Labyrinth Zone; além da adição do spin dash em 1, o que não faz tanta diferença mas já é alguma coisa, entre outras pequenas atualizações.

É interessante observar como algumas empresas atualmente constantemente batalham para banir emuladores, mas vendem os mesmos jogos em um pacote sem tantas melhorias a preços absurdos (vide Nintendo com seus videogames mini, ou como a Sega com essa coleção). Porém isso é assunto pra outro texto. Vamos focar aqui nos games dessa coletânea.

O bom e velho looping Em Sonic Origins
O bom e velho looping

Nostalgia Zone Act 1

Passando pelos jogos, temos os modos aniversário e clássico. No modo aniversário a tela é estendida e podemos jogar com Sonic, Tails ou Knuckles (mesmo dentro do primeiro Sonic, onde o personagem não havia sido apresentado). Nesse modo as vidas são ilimitadas, como uma forma de deixar as coisas um pouco mais fáceis.

Aqui as vidas são trocadas por Coins, moedas que você adquire conforme vai jogando. Cada 100 anéis coletados, ao invés de recuperar ou ganhar vida, você ganha uma moeda. Nas fases bônus você também consegue algumas e no modo missão, principalmente quanto maior for seu rank, mais Coins você ganhará. Essa moedas também podem ser usadas para desbloquear itens no museu, como remixes de músicas tema, artes conceituais e animações exclusivas.

Porém, para mais um baque meu, mesmo que você compre outras músicas, você não consegue usá-las nos jogos, e no fim das contas o que podia ser uma coisa que iria deixar Origins diferente acaba perdendo o impacto no fim das contas.

O modo clássico é o bom e velho modo TV de tubo, com uma coluna de cada lado pra simular a tela quadrada jogamos como antigamente: com vidas limitadas. E é nele que a nostalgia reina.

Não menos importante, após terminar qualquer um dos jogos liberamos o modo espelhado, que permite percorrer os jogos de forma contrária, mas com os cenários ainda em ordem normal. Você não vai começar jogando da Scrap Brain Zon, por exemplo. E, por último o desafio dos chefões que você tem 3 vidas para derrotar todos. Se perder volta do começo. O que pode ser usado como treino caso você nunca tenha jogado ou queira lembrar como derrotá-los.

Testando o modo espelhado em Sonic 1 com Knuckles
Testando o modo espelhado em 1 com Knuckles

Saudades OST’s

Agora se tem uma coisa que me pegou (mas não de forma positiva mais uma vez) foi terem trocado alguns temas de 3 & Knuckles. Se você adorava as trilhas de Carnival Night, Ice Cap (a mais icônica do jogo) e Launch Base aqui você pode dar adeus, pois elas foram removidas e trocadas por músicas que foram protótipos antes do jogo ser lançado e faziam parte do pacote lançado em 1995 para PC.

Provavelmente as músicas foram trocadas por conta de direitos autorais e não renovação de licenças, já que as originais faziam parte de uma colaboração com Michael Jackson, porém é bom ressaltar que há alguns anos quando foi lançado Sonic 3 & Knuckles para PS3 e Xbox 360 as músicas originais continuavam lá. O que desvaloriza ainda mais o pacote de Sonic Origins.

Mission Mode: ter conteúdo

Como mencionado anteriormente também temos o Modo Missão que é dividido entre Modo História, no qual você joga de forma cronológica de uma vez só, e o Modo Missão propriamente dito, com 57 tarefas Time Trials que dão ao jogador moedas como recompensa.

Quanto maior a dificuldade maior a recompensa recebida. Essa é uma boa adição caso você já tenha terminado os 4 jogos e queira fazer valer o dinheiro investido.

Piedade: Alcance o destino sem tocar em nenhum inimigo em Sonic Origins
Piedade: Alcance o destino sem tocar em nenhum inimigo

O menu dos jogos é bem feito com as ilhas de fundo mostrando detalhes sutis dos cenários, o que torna eles bem bonitos. Vale ressaltar que alguns sons de Sonic Mania foram reutilizados aqui, o que pra mim soa mais como descaso, do que como uma homenagem. Algo feito para baratear a produção de um produto que nada barato ao consumidor.

Preço de uma esmeralda

Em um panorama geral, Sonic Origins é uma boa coletânea por agregar em um pacote só os melhores jogos do ouriço mais amado do mundo, mas que não se esforça em entregar quase nada de novidade para quem já tem esses jogos em outras plataformas.

Ela vai fundo na nostalgia e se apoia nisso. Na hora que você ouve o tema de Green Hill ou vira o Super Sonic não tem como não lembrar dos bons velhos tempos quando a vida não era só trabalhar e pagar boletos. Por outro lado, falando em pagar boletos, não dá pra ignorar o preço absurdo que a Sega está cobrando por ele.

Mas a desenvolvedora não parou por aí, e embora não seja a primeira vez que empresas tem atitudes similares, é bom dizer que os jogos vendidos de forma separada foram retirados de todas as lojas virtuais. Dessa forma, se você não tinha nenhum deles, agora você fica sem ter para onde correr se quiser correr com o Sonic.

Super Knuckles em Sonic 2 dentro de Sonic Origins
Super Knuckles em Sonic 2

Testei para este review a versão de PC e tive alguns problemas com input lag em Sonic 1 e nos Bônus de Sonic 3, porém nada muito absurdo, e nada que um update ou outro não resolva.

Para computadores Sonic Origins foi lançado pela “bagatela” de 200 reais (preço de um AAA), e se muitas pessoas vão desanimar com esse preço e não é pra menos, exceto pelos “bônus” de cada versão não existem muitas novidades e existem alguns problemas graves, conforme discutido ao longo desse texto.

Faça com que seu bolso e sua nostalgia andem juntos, assim como Sonic e Tails, e espere uma promoção para levar essa coletânea por um preço mais acessível.

Sonic Origins

A análise de Sonic Origins foi escrita com base em uma cópia de review gentilmente cedida pela assessoria de imprensa do game. Também disponível para PS4, PS5, Xbox Series, Xbox One e Nintendo Switch.

Andrey Mota
Batizado pelo Mega Drive, desenhista nas horas vagas e todo dia um rage diferente.