Kinship “rouba” atenção na Brasil Game Show 2016 com dispositivo de detecção de movimentos integrado a realidade virtual

Kinship faz sua estréia na Brasil Game Show com dispositivo de detecção de movimento que se conecta à óculos de realidade virtual através de bluetooth.

A esteve presente na desse ano e levou à feira algumas novidades inéditas no segmento de dispositivos de e .

Um dos destaques da empresa na feira foi o , um dispositivo que acoplado ao tênis do usuário é capaz de detectar dados biométricos do mesmo e pode ser usado tanto para fins de estudo como de entretenimento.

O Wipace se conecta a qualquer aparelho com tecnologia bluetooth, ou seja, celulares, tablets, computadores e até dispositivos embarcados ou mini-computadores como o Raspberry Pi.

Wipace Kinship

Na feira, a Kinship mostrou duas diferentes aplicações do Wipace, uma delas era através da central de entretenimento , através dela era possível criar um avatar para cada usuário, personalizar sua aparêcia e itens conforme as opções disponíveis e registrar toda a movimentação do usuário durante a feira.

Esses dados são registrados mesmo offline e depois são sincronizados com a Wipace World, através do dispositivo é possível criar metas de exercícios assim como recompensas e prêmios para caso estas sejam cumpridas.

O Wipace é capaz de detectar os movimentos do usuário que o “veste” (o dispositivo se prende ao tênis do usuário por uma presilha), em quatro direções. Além de caminhar pela feira com o dispositivo, era possível também testar alguns jogos simples dentro do Wipace World, estes forçavam o usuário a se movimentar para desviar ou saltar de obstáculos.

Existia também um conectado a óculos de realidade virtual, o famoso , onde se movendo nas quatro direções e pulando o jogador respondia os comandos do jogo experimentando um nível de imersão único provido pela união das duas tecnologias.

Wipace Kinship

O dispositivo é fabricado na China mas a Kinship acredita na popularização do mesmo no Brasil, uma vez que a ideia da empresa é formar parceria com várias empresas de desenvolvimento de jogos aqui do país afim de expandir seu negócio a ponto de vender o Wipace em lojas do varejo.

Estima-se que o dispositivo seja vendido por algo na casa dos R$ 200, valor que pode mudar por diversos fatores como acordos comerciais e custos de importação. Ainda assim, todas as soluções e jogos apresentados pela Kinship durante a funcionavam de forma independente, não limitando aquelas que se interessaram por tais.

A Kinship pretende entrar de vez no mercado no início de 2017 seja com soluções próprias ou através de parcerias com jogos já conceituados no mobile mas agora com o uso do detector de movimentos.

Flávio Ricardo
Software developer, 29 anos, já trabalhou como social media, atualmente faz de tudo um pouco no Conversa de Sofá e escreve sobre eSports no Arkade!