Marvel’s Avengers – Prévia do Beta (PlayStation 4)

No último fim de semana pudemos testar o beta de Marvel’s Avengers, desenvolvido pela Crystal Dynamics e publicado pela Square Enix. Confira abaixo nossas impressões!

Marvel's Avengers

No fim de semana passado, a liberou acesso ao beta de Marvel’s Avengers, um jogo desenvolvido pela Crystal Dynamics em colaboração com a Eidos-Montréal e a Crystal Northwest. O jogo promete transportar as aventuras de sucesso nos cinemas para a experiência do videogame, o que não é pouca coisa, afinal as peripécias dos Vingadores no MCU é responsável por todo um novo gênero de filmes de ação, rendendo bilhões para a Disney.

Confesso que comecei essa demo com dois pés atrás, afinal o jogo vem diretamente na esteira dos filmes recém lançados que, convenhamos, ainda estão muito presentes no imaginário popular. Assim até mesmo o visual dos protagonistas causava uma certa rejeição, uma vez que não foram utilizadas as aparências dos atores. Mas essa má impressão se esvai quando assumimos o controle de cada um dos personagens em um trecho de ação muito bem orquestrado, que se passa na famosa Ponte Golden Gate em São Francisco, Califórnia (trecho que estava disponível para ser jogado em eventos, como na BGS no ano passado).

Marvel's Avengers Hulk

Embora o ritmo desse trecho seja um pouco frenético demais, já dá pra ter uma boa noção de como o gameplay funciona, de modo geral. Marvel’s Avengers é uma espécie de ação beat’em up em terceira pessoa, que incorpora elementos já vistos antes, sobretudo a jogabilidade estabelecida pela série Arkham, da rival DC e outros jogos de porradaria, como Devil May Cry. A nítida diferença é constatada pela ausência de combos longos, característicos dos jogos do Morcegão, mas ainda assim o combate proposto é muito satisfatório, ainda mais com a utilização dos poderes de cada herói.

Após a introdução na ponte, começamos mais um trecho de gameplay, dessa vez com Bruce Banner acompanhado de Kamala Khan (Miss Marvel), em um trecho narrativo da campanha. É interessante notar o cuidado dos desenvolvedores com o relacionamento de Kamala com Banner e, com os Vingadores em geral. Khan é completamente fangirl dos Heróis Mais Poderosos da Terra e esse detalhe transparece em vários diálogos (e monólogos). Com o surgimento de ameaças, somos novamente chamados para distribuir porradas, mas dessa vez, com ninguém menos que o Hulk. O gameplay do Gigante Esmeralda é nada menos que fabuloso, causando um nível de destruição proporcional à brutalidade do personagem. Acho que somente jogando com Kratos eu pude experimentar um personagem tão forte fisicamente.

Na minha opinião esse foi o melhor trecho do Beta. Um trecho com narrativa (temos a missão de encontrar JARVIS) dando propósito à ação que é mostrada na tela. Quando alternamos para Kamala, podemos ver que a garota é igualmente poderosa e possui ótimos combos e habilidades, valendo-se da possibilidade de distorcer o próprio corpo, algo parecido com Reed Richards do Quarteto Fantástico. Ambos, e Miss Marvel, tem sua oportunidade de brilhar em cena (e nas nossas mãos), conferindo um ótimo equilíbrio para essa missão especificamente, inclusive com o enfrentamento de um Chefe de Fase.

Marvel's Avengers Hulk and Kamala

Depois disso, as coisas ficam um pouco diferentes. Após mais uma missão com narrativa (com a ilustre presença de ), somos convidados a explorar uma base dos Vingadores, atividade obrigatória para desbloquear as demais missões, que podem ser jogadas em co-op online. A exploração não tão divertida assim, sendo bem fácil ficar perdido, sem encontrar o próximo objetivo, no caso a sala HARM, onde passamos por uma espécie de treinamento virtual, controlando a estrela do show, o Homem de Ferro.

Desbloqueada a “Mesa de Guerra”, podemos escolher missões para jogarmos sozinhos (acompanhados de pelo menos um outro Herói, controlado pela IA) ou com amigos. O problema é que o matchmaking do jogo não estava funcionando muito bem. Por vezes, bastava selecionar a opção de buscar outros jogadores, que tudo reiniciava, me levando ao menu inicial (!!!). Bem, eu já havia completado a missão da sala HARM, mas ainda assim estava bem complicado de iniciar um jogo multiplayer. Não há porque pensar que esses problemas técnicos não estarão resolvidos no lançamento em setembro, ou mesmo nos próximos fins de semana em que o Beta estará novamente disponível para jogar. Vale acrescentar que ativar o modo multiplayer significa abrir sua sessão para qualquer outro jogador, não havendo a possibilidade (por enquanto, eu imagino), para restringirmos o ingresso de outros jogadores aos nossos amigos.

Marvel's Avengers Multiplayer down

Após várias tentativas, consegui começar uma partida online. A missão era muito mais simples do que as anteriores e nos deixou livres para explorar uma área vasta, até localizarmos o objetivo que resumiu-se em derrotar as ondas de inimigos, protegendo um local, ou enquanto destruímos algum objeto relevante. Nesse momento, pude ver as demais camadas que o jogo propõe, como a busca por melhores equipamentos (nos moldes de Destiny e , por ex), o gerenciamento de novas habilidades e a customização do personagem.

Os equipamentos novos garantem uma melhor performance no combate aumentando o dano causado ou a defesa contra algum elemento, como ataques congelantes. Eles alteram somente as estatísticas dos heróis, sem contudo modificar qualquer aspecto da aparência. Essa modificação fica por conta de skins que são desbloqueadas com uma espécie de moeda do jogo e são vinculados ao nível do personagem. Sendo franco, lembrou muito os desbloqueios de passe de temporada de Fortinite e afins. O ponto positivo é que as skins são bem legais e dão um visual bacana para os heróis.

Marvel's Avengers Kamala

Não posso esquecer de destacar que nesse Beta, após a introdução na Ponte Golden Gate, somente podemos jogar com quatro heróis, a saber: Viúva Negra, Homem de Ferro, e . A experiência é interessante e o jogo me surpreendeu positivamente. O combate é competente e muito satisfatório, uma vez que os personagens utilizam aqueles poderes que pudemos ver por tantos anos nos filmes do MCU. Pontos extras para o que é incrivelmente (rá) bruto em seus golpes. Eu diria que o Homem de Ferro é o personagem mais problemático (pelo menos para mim), uma vez que a movimentação dele baseia-se demasiadamente em voos. É legal? É. Mas poderia ter uma movimentação com corrida, por exemplo.

Quanto aos gráficos, a Crystal Dynamics optou por uma abordagem mais foto-realista, o que é um caminho perigoso de ser trilhado. Em alguns momentos, o jogo fica muito bonito, sobretudo com a animação dos personagens. Em outros, nem tanto. Há muito brilho na tela e a iluminação constrói uma atmosfera interessante, quase espacial. Durante o combate tudo flui bem e não notei quedas de frames. Os ambientes são altamente destrutíveis, acrescentando pontos à experiência de controlar um personagem poderoso.

No fim das contas, o beta serviu para tirar algumas más impressões sobre o jogo. Não ousaria dizer que será um jogo perfeito, mas tenho a sensação de que, ao menos em relação à história e ao combate, o resultado parece ser satisfatório. Ficamos no aguardo de melhorias em relação ao multiplayer e na estrutura das missões em co-op. Gostei.

O acesso ao beta de Marvel’s Avengers está disponível para aqueles que fizerem a compra antecipada do jogo e estará novamente disponível nos dias 07 e 21 de agosto de 2020. O lançamento do jogo está previsto para 04 de setembro de 2020 para 4, Xbox One, Google e PC Master Race.

A análise do beta de Marvel’s Avengers foi realizada por meio do acesso concedido pela Square Enix, em um 4 Pro.


Nós do Conversa de Sofá acreditamos que o videogames são uma mídia poderosa e revolucionária e que somos muito privilegiados em poder ter acesso a essas obras desenvolvidas por pessoas talentosas do mundo todo. Por isso, nesta época em que somos ameaçados pelo Covid-19, fique em casa e aproveite a oportunidade para jogar muito videogame. Ficando em casa você não só pode apreciar os melhores jogos como também pode contribuir para que possamos voltar à nossa rotina o mais rápido possível, além de salvar vidas.

Tiago Matias Escobar
Metaleiro não uniformizado. Cerveja, pizza, games e viagens ocasionais.