Desenvolvedores Nacionais

Confira algumas das empresas já confirmadas na área indie da Brasil Game Show 2016

Conforme a gente já comentou aqui, a área indie da Brasil Game Show esse ano será ainda maior e terá ainda mais jogos nacionais.

Para esse ano já foram confirmadas 108 estandes, mostrando o sucesso da área e o comprometimento da Brasil Game Show com as empresas independentes brasileiras.

Dentre algumas das empresas e seus jogos já confirmados estão:

  • “Holo Drive” (PC) do estúdio BitCake
  • “Dino Lost” (PC) do Supernova Game Studio
  • “Tiny Little Bastards” (PC, Xbox One e PS4) do Overlord
  • “Lampião Verde – A Maldição da Botija” (PC e Mobile) do Nars Vera
  • “Black Iris” (PC) do Hexa Game Studio
  • “KriaturaZ” (Mobile) do Messier
  • “Homo Evolutis” (PC) do Poking Life Studio
  • “Super Button Soccer” (PC) do Smyowl
  • “Lupy Quest” (Mobile) do Too Nerd to Die
  • “A Treta dos Irmãos Piologo” (Mobile) da 2Dverse

Participar de um evento do porte da Brasil Game Show é essencial para muitas dessas empresas de desenvolvimento pois o evento é uma grande vitrine para seus jogos, além de ser um evento propício também ao networking entre os próprios desenvolvedores.

No ano passado uma das empresas destaques no evento, a Smyowl, colheu bons frutos da Brasil Game Shoe e esse ano estará presente novamente com seus jogos, entre eles o já citado Super Button Soccer.

Para saber mais sobre o status das reservas de estandes na área indie da Brasil Game Show acesse o site do evento.

A Brasil Game Show 2016 acontece dos dias 1 a 5 de setembro no São Paulo Expo, antigo Centro Convenções Imigrantes, o evento ocorre das 13h às 21h.

Ajude a financiar o jogo brasileiro Metal Hero

Já comentamos aqui sobre o Orbit, uma plataforma de financiamento coletivo brasileira dedica a projetos de quadrinhos, jogos e animações.

A plataforma já está no ar e conta com vários projetos legais aguardando o seu apoio, um desses projetos é o jogo Metal Hero, que usa tecnologia de realidade virtual.

O jogo 100% brasileiro está sendo desenvolvido pela Playfox Games, uma empresa de Recife que já atua nos mercados da China e no Oriente Médio, e agora quer lançar um produto em terras tupiniquins.

Metal Hero contará a história de John, um programador que, após sofrer um acidente de carro e ficar dois anos em coma, acorda dentro de uma máquina. Denominado Metal Hero, o personagem principal precisará enfrentar robôs que se rebelaram e agora ameaçam a Terra, além de naves e criaturas alienígenas que invadiram o planeta para poder salvar a humanidade da extinção.

Para sair do papel, Metal Hero precisa da ajuda do público brasileiro em sua campanha de financiamento no Orbit, a meta da Playfox Games é grande, eles pretendem arrecadar R$ 100 mil reais para desenvolver o jogo, que pretende concorrer no mercado dos AAA.