Análise Raji: An Ancient Epic (Xbox One)

Raji: an Ancient Epic nos leva para uma jornada sobre a mitologia hindu e mostra até onde o amor de uma irmã pelo seu irmão mais novo pode chegar.

Raji: An Ancient Epic é um projeto indie divulgado pela Super.com e desenvolvido pela Nodding Heads Games que fala sobre mitologia indiana. Mitologias de todas as culturas sempre causaram impacto em uma grande variedade de videogames e é exatamente o que os desenvolvedores do do game tentam passar da melhor forma possível.

Você assume o papel de Raji, uma jovem que participa de uma grande festa com seu irmão Golu. Mas isso não anda nem um pouco como eles imaginavam e por isso a cidade é invadida por demônios. Ela é separada de Golu, que é arrastado para gaiolas com outras crianças. Ela permanece devastada e é escolhida pelos deuses para libertar o povo das maquinações malignas do feiticeiro Mahabalasura e para trazer de volta as crianças sequestradas. Com sua coragem, ela gradualmente ganha as bênçãos e a ajuda dos deuses, que de vez em quando ficam ao seu lado com sua ajuda.

A história dos dois irmãos que foram vítimas da guerra entre deuses e demônios é contada em detalhes amorosos na forma de uma peça de figura tradicional e inclui design artístico no estilo de arte Pahari. Quem curte cultura indiana com certeza farão valer a pena e se divertirão muito com a história de Raji, na qual uma jovem com sua coragem e sua fé vence o mal e liberta a humanidade e seu irmão das garras dos demônios.

No inicio do game é mostrado como os demônios invadem a cidade, Raji até tenta proteger seu irmão Golu mas infelizmente acaba falhando…

Um sistema de combate desafiador

Os deuses primeiro concedem a Raji um tridente mágico, que também desempenha um papel importante na história. Você dirige da maneira usual  enquanto a câmera rastreia Raji automaticamente em uma visão isométrica. Portanto, você não pode olhar ao redor, mas isso não interfere nem um pouco no fluxo do jogo. Uma aparência azul brilhante serve como um tutorial assim que novas funções ou mecânicas aparecem e mostra o que você deve fazer. De vez em quando, as chaves exibidas estão faltando, então você tem que adivinhar qual das chaves usadas anteriormente pode ser que você deva usar aqui. Então você escala e pula pelos arredores lindamente projetados em um ritmo confortável enquanto os deuses julgam e discutem sobre você.

A coisa toda fica mais complicada assim que você encontra seus primeiros oponentes. Com o botão esquerdo do mouse você faz ataques leves, com o direito você faz ataques pesados, com a barra de espaço você foge ou acerta seu oponente com um ataque de salto no nabo. Até agora tudo bem. No entanto, esses ataques e manobras não seguem na direção em que você pressiona os botões de controle, e isso dificulta bastante na hora do combate O que pode ser um pouco difícil de lidar no início, no entanto, acaba sendo um sistema desafiador que sabe como motivar com um pouco de prática. E assim você enfrenta uma grande variedade de oponentes em batalhas agitadas, nas quais suas habilidades são mais importantes.

Raji é uma artista de circo cujos talentos acrobáticos são colocados à prova quando os demônios lançam uma guerra contra os humanos e capturam seu irmão Golu.

De enigmas e bênçãos

Em sua jornada, você encontrará uma variedade de pequenos jogos de quebra-cabeça na forma de mandalas ou estátuas, que você deve colocar na posição correta. Com eles, você mergulha nas memórias de Raji do passado com Golu ou restaura o ambiente destruído. A dificuldade do quebra-cabeça é muito limitada, o que o torna um bom contraponto às lutas de outra forma agitadas e estressantes. Você também encontrará pinturas de parede sobre as quais os deuses adorarão contar suas histórias. Assim, aprende-se mais sobre o pano de fundo da guerra prevalecente e as próprias divindades.

Para apoiá-lo na batalha, os deuses gradualmente concedem a você várias armas que você pode alterar a qualquer momento, mesmo na batalha, com as teclas numéricas associadas. Dependendo da arma equipada, as habilidades que o deus ou a deusa certos fornecem a você também mudam. Você pode aprimorá-los depois de coletar pontos de habilidade ou aprender novas habilidades. No entanto, você também encontrará bênçãos dentro das batalhas, que você pode pegar no santuário associado após ter concluído uma determinada meta. Isso concede a você pequenos orbes que você pode usar para acender habilidades especiais que podem lhe dar uma vantagem decisiva.

Raji: An Ancient Epic
Raji: an Ancient Epic é rechado de belos cenários.

Uma bela história sobre mitologia, mas…

Em geral, o jogo pode convencer com seu ótimo cenário encenado. Os níveis são cuidadosamente projetados e acompanhados por uma trilha sonora atmosférica, enquanto os dubladores ingleses fazem um ótimo trabalho para tornar a história uma experiência coerente. O fluxo do jogo é bom. Eu também não consegui encontrar nenhum bug durante o jogo. No entanto, o que precisa ser melhorado é em parte a precisão da direção do salto de Raji. Às vezes, você empurra na direção certa e ela ainda pula para outro lugar e, é claro, morre no processo. Isso deve ser tolerado, no entanto, uma vez que os pontos de salvamento rápido são definidos de forma justa e agradável não faz você ter uma sensação frustrante.

No entanto, também deve ser notado que o nível de dificuldade varia muito dentro do nível. Às vezes as lutas são feitas de forma rápida e fácil, às vezes há tantos oponentes que primeiro você tem que fugir por muito tempo e, se possível à distância, diminuir a multidão primeiro. Especialmente no início, juntamente com o sistema de combate desconhecido, acaba sendo um pouco difícil e os poucos pontos de vida perdem-se muito rapidamente. No geral, porém, essas são coisas que podem ser perdoadas e também são muito subjetivas. Eu posso muito bem imaginar que há jogadores suficientes que poderiam apreciar exatamente isso no jogo.

Raji: An Ancient Epic
Em Raji: An Ancient Epic existem vários cenários que vão exigir saltos em plataformas, fazendo lembrar vagamente de “Prince of Persia”

Conclusão

O que posso dizer é que a viagem vale a pena a experiência! Raji: An Ancient Epic o levará por belos ambientes enquanto o mergulha no coração da mitologia indiana. Tudo vai fazer você se divertir. A trilha sonora com sons do sul da Índia contribui ativamente para a mudança de cenário. As lutas, se não são originais, são eficazes e merecem ser dinâmicas. Nada mancha esta bela aventura. O game levou cerca de 4 horas para que eu pudesse descobrir o destino de Raji e seu irmão Golu, e digo que a sensação até finalizar o game foi rápida demais. Uma primeira produção do estúdio Nodding Heads Games que deixa a sensação de um brilhante.

Raji: An Ancient Epic está disponivel para One, X|S,  Windows, Switch, e PlayStation 5.